Ângela Dip, que deu vida a personagem na série, falou que não se importa em ser reconhecida assim

Ângela Dip na inauguração do Teatro J. Safra em São Paulo
Caio Duran / AgNews
Ângela Dip na inauguração do Teatro J. Safra em São Paulo


Ângela Dip assistiu a  Nathalia Timberg em "Paixão", na inauguração do Teatro J. Safra, na noite dessa quinta-feira (24), em São Paulo. "Ela é uma linda, uma gracinha, sempre na boa. A gente fez "Amor à Vida", sempre nos cruzávamos nos bastidores, hoje vim prestigiá-la".

A atriz, que começou a carreira nos anos 90 teve seu primeiro destaque na televisão como a Penélope, de "Castelo Rá-Tim-Bum", comemorou o sucesso da exposição sobre o programa que completa 20 anos em 2014. "Estou adorando, fui no primeiro dia da exposição, encontrei todos os colegas. Foi emocionante porque vi muita gente de 25 anos chorando, foi muito bacana. É inusitado ter uma exposição de um trabalho que você fez depois de 20 anos", disse ela, que não esperava todo esse sucesso. "Filas enormes, não esperava mesmo. Me disseram que só no primeiro dia já bateu toda a exposição do David Bowie em público".

Alguns atores não gostam de ser conhecidos apenas por um personagem, mas Ângela não pensa assim. "Eu adoro fazer personagens que são diferentes de mim, a Penélope usa peruca, fala fino é toda feminina e eu adoro. Sou o tipo de atriz que o personagem vai na frente da minha personalidade. Neste domingo (27) vou apresentar o espetáculo da Penélope na exposição".

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba notícias dos famosos


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.