Luiza Valdetaro fala da comédia "Um Candidato Honesto", que estreia este ano, conta como foram as filmagens de um curta nos Estados Unidos e diz não ter medo de mudar o visual por um personagem


Depois de uma novela e um filme emendado na sequência, Luiza Valdetaro finalmente está se sentindo em férias. “Do último dia de gravação de “Joia Rara” fui direto para o set de “O Candidato Honesto” filmar”, conta a atriz, por telefone, ao iG Gente. E o que melhor para fazer nas férias, ainda mais estando solteira? “Curtir minha filha, já que consegui descansar na mesma época que ela. Também estou ajeitando minha casa, me mudei há pouco tempo, e estou visitando as amigas, colocando os assuntos em dia”, se diverte.

Tudo pela arte

Luiza está irreconhecível com os cabelos escuros. Mas foi um pedido do diretor para incorporar Amanda, personagem de “Um Candidato Honesto”. “Ele (Roberto Santucci) disse que não conseguia enxergar minha personagem loira. Pintei meu cabelo de preto no Projac e fui para a filmagem”, recorda. Quanto á mudança radical de visual, ela é totalmente a favor. “Não tenho apego não. Eu até gosto. Vale muito pelos personagens. Não só pintei os cabelos de preto mas também usei lentes pretas.” E se tivesse que raspas os cabelos e ficar careca? “Problema zero. Claro que a gente coloca na balança o peso da personagem, mas rasparia numa boa.”

Leandro Hassum

O protagonista do filme é o humorista Leandro Hassum, que interpreta um candidato à presidência da República mentiroso. Mas após uma simpatia da avó, ele só consegue dizer a verdade, justamente na reta final da campanha eleitoral. Luiza interpreta uma jornalista que é escalada para acompanhar todos os passos dele, e os dois se tornando cúmplices. “Foram cinco semanas de filmagens entre Rio, São Paulo e Brasília. Vivi um período intenso com o Hassum. Ele é genial, pessoalmente e profissionalmente. E cinema é muito gostoso porque a equipe inteira está o tempo todo junta. Cria uma relação mais estreita entre todo mundo. É uma delícia.”

“Like Sunday Like Rain”

Antes de filmar “O Candidato”, Luiza teve uma experiência com o cinema internacional, na mesma época em que gravava “Joia Rara”. Foi convidada para um curta-metragem estrelado por Leighton Meester , uma das protagonistas do seriado “Gossip Girl”. “Quando fui convidada, me ofereceram um personagem maior, e eu teria de ficar uma semana inteira nos Estados Unidos para filmar. Tive de recusar e o diretor então me ofereceu um papel menor, que eu conseguiria fazer em um fim de semana. Foi uma experiência ótima. A Leighton me recebeu super bem, se mostrou muito simples, me recebeu com um sorrisão! O diretor ( Frank Whaley ) foi super solícito e eu ainda fui surpreendida por um bolo, já que a filmagem foi exatamente durante o meu aniversário.”

Lições da vida

Luiza Valdetaro e a filha, Malu
AgNews
Luiza Valdetaro e a filha, Malu

Quanto à filha, Maria Luiza , ela diz que o momento está um dos melhores possível. “Malu está com seis anos, é supercompanheira. Claro que, como mãe, às vezes cumpro a ‘função general’: dou bronca quando é preciso, mas é algo que faz parte. A nossa relação é ótima.” Em 2012, Luiza descobriu que a filha estava com leucemia. Foram quase dois anos de tratamento e a notícia de que ela estava curada chegou em fevereiro deste ano.

Apesar de dolorosa, a experiência criou um laço entre as duas muito forte. “Não tem como passar ileso por uma coisa desse tipo. Mas não digo isso de maneira negativa. A gente conseguiu ser muito feliz durante o tratamento. Enfrentamos tudo da forma mais positiva possível. A gente não tinha opção a não ser ficar juntas. E só conseguimos tirar coisas boas disso. Deu para aprender muito.” 

Futuro

“Vocês jornalistas ficam sabendo das coisas antes da gente!”, se diverte. Outro dia estava com o Max Fercondini justamente falando sobre isso. A gente só sabe quanto a coisa está certa, com o contrato assinado. Como não tem nada confirmado, não posso dizer que já tenho um trabalho em vista. Mas estou sabendo das produções todas da Globo e existem várias possibilidades para mim. Como atriz, ator, a gente quer exercer na totalidade a profissão: na TV, no teatro e no cinema.” E, definitivamente contagiada pela magia da telona, ela avisa: “Se alguém quiser me convidar estou super à disposição”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.