Atriz marcou presença na coletiva de imprensa do remake de "O Rebu" e brincou com semelhança da professora de "Mulheres Apaixonadas", de 2003

Vera Holtz
Ricardo Leal e Claudio Andrade/Photo Rio News
Vera Holtz

Ouvir Vera Holtz falar de sua nova personagem, a viúva milionária e bebum Vic Garcez de “O Rebu” dá uma sensação de déjà vu para os fãs da atriz e de um dos papeis mais marcantes de sua carreira, a eterna professora Santana, de “Mulheres Apaixonadas” (2003). Porém, Vera garante que só mesmo no uísque e no porre que ambas se parecem. “É só na dosagem, porque a Santana, no caso, era uma professora e colocava em risco o trabalho. Já a Vic bebe sem culpa, não está nem aí. Ninguém vai negar para ela uísque. Aliás, o grande desafio dela é encontrar uísque, que tem que ter sempre!”, brincou vera durante a coletiva de imprensa do remake de “O Rebu”, nessa terça-feira (24), no Rio de Janeiro.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias dos famosos

Considerando um trabalho sem grandes desafios, Vera, que garante que não teve que fazer uso de álcool para as cenas, contou um pouco mais da perua. “Não é uma personagem de grandes desafios. Falo que é até uma personagem de repouso, de descanso (risos). A Vic não tem porém nenhum, não tem culpa, é uma milionária que está sempre muito alegre e com doses acima. E quando o álcool sobe, o Zé ( José Luiz Villamarim ) vai abaixando a dose, porque ela vai ficando bêbada,bêbada e apaga na festa”.

Se sentindo o verdadeiro Mickey Mouse na Disney, Vera Holtz falou sobre o assédio dos argentinos – que neste momento estão acompanhando “Avenida Brasil” - durante as gravações da nova trama em Buenos Aires. “Fui muito assediada, muito mesmo. É muita coisa. É, realmente, um fenômeno maravilhoso. Nasci em Tatuí, sou uma menina campesina, e de repente estou sendo abraçada em outra língua, por emoção diferente. O povo lá estava louco. Nós fomos ao teatro, e as pessoas perguntavam se eu era a ‘Mamá Lucinda’. É um êxito impressionante. A novela é um presente da vida mesmo, foi sensacional”.

E foi graças ao personagem em “Avenida Brasil”, e o seu desejo de compartilhar o grande segredo de Carminha com os fãs, opiniões que na época lhe renderam algum repreensões da emissora, que hoje Vera fica miudinha quando o assunto é o do remake. “Rola de tentar descobrir quem é, mas depois de ‘Avenida Brasil’ fiquei um ano sem poder falar nada, né? Já sou blindada por natureza depois daquela novela (risos). Já me acostumei com essa coisa de não saber o que vai acontecer. Gosto dessa ideia de estar vivendo o dia a dia de um trabalho e estar descobrindo junto, como foi em ‘Avenida Brasil’”.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.