Em visita ao Brasil, filho mais novo de Princesa Diana participa de diversos e eventos e encanta com simpatia


Começou bem cedo a visita de Príncipe Harry a São Paulo, nesta quarta-feira (25). Primeiro, ele foi conhecer uma comunidade na Mata Atlântica onde teve a oportunidade de plantar uma árvore, que ganhou o seu nome, e mostrou a preocupação socioambiental do filho mais novo de Princesa Diana . Na sequencia, Harry dirigiu-se para Diadema. Como todo bom britânico, ele chegou exatamente às 13h, que era o horário previsto.

Príncipe Harry observa jogo com crianças antes de se empolgar e entrar na quadra
Photo Rio News
Príncipe Harry observa jogo com crianças antes de se empolgar e entrar na quadra

Horas antes, uma multidão de crianças, adolescentes, senhoras, pessoas de todas as idades, aguardavam a sua chegada. Todos se assustaram quando foi avisado que a sua comitiva estava para chegar. O Príncipe veio acompanhado de uma dezena de carros, dentre Land Rovers e motos, lotou a estreita rua onde ficava localizada a ONG ACER.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias nos famosos

Por lá, Harry teve a oportunidade de conhecer a biblioteca da instituição, assistir a uma apresentação de capoeira, ver o trabalho dos músicos percursionistas e entender a proposta da instituição que tem como principal objetivo, tirar as crianças das drogas e encaminhá-las para longe do vício e do tráfico.

Por fim, Harry foi até uma quadra de futebol participar de uma aula. Vestindo uma camisa polo verde-e-amarela, ele apenas observou no início. Mas após conversar com uma das crianças do local, encarou o desafio de fazer parte de um dos times e jogou uma partida de futebol.

Por ser muito alto e estar preocupado em não machucar alguma das crianças, ele acabou tomando vários 'olés', o que fez com que a população que o assistia de fora das grades do espaço, gritasse bastante. Com o tempo, ele foi tomando gosto pelo jogo, e mesmo quando seus seguranças o advertiram da necessidade de partir, ele pediu para continuar jogando, fazendo a alegria das pessoas que estavam por lá.

Entre elas, a ex-jogadora da Seleção brasileira Aline Pellegrino e as atuais atacantes  Beatriz Vaz e Thais Picarte . As três fazem parte do Guerreiras Project, uma das mais bem sucedidas ações da instituição ACER.

Muito suado, o Príncipe se despediu de todas as crianças e as pessoas que participaram do jogo, e sempre sorridente, deixou o local com sua enorme e assustadora comitiva, seguindo para mais um compromisso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.