Por quase 20 anos, Neverland foi, ao mesmo tempo, o lar de Michael Jackson e um marco na cultura pop

AP


Do lado de fora dos portões do rancho Neverland, a impressão que se tem é a de que a antiga casa de Michael Jackson congelou no tempo. O circo que ficava na parte de trás se foi há bastante tempo, mas lembranças de fãs (flores, cartas, fotografias), na entrada da propriedade permanecem intactas após cinco anos da morte do ídolo. E visitantes continuam fazendo a peregrinação até lá.

“Eu tinha certeza de que era apenas um portão fechado, mas eu queria ver com meus próprios olhos”, contou James Chen , de Seattle, um fã que foi até Neverland durante uma recente viagem com seu pai. Enquanto muitos projetos estão sendo lançados após a morte do cantor, incluindo um novo disco e shows do Cirque du Soleil, nada foi feito a respeito de Neverland, apesar de rumores de que ele seria transformado em um parque temático ou vendido para quem desse o maior lance.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias nos famosos

Caroline Luz , representante da atual dona da propriedade, a imobiliária Colony Capital LLC, que afiançou a propriedade depois que ele deixou de pagar a dívida de US$ 24,5 milhões de dólares, disse que o rancho localizado em Santa Ynez Valley, cerca de 150 milhas de distância ao norte de Los Angeles, continua sendo mantido, mas se recusou a fazer mais comentários.

A propriedade foi construída em 1981 por William Bone, que o chamou de Sycamore Valley Ranch. Jackson pagou US$ 19,5 milhões pela propriedade em 1988 e o rebatizou de Neverland, por conta do nome da ilha fictícia onde o personagem Peter Pan morava. Em seguida ele adicionou extravagâncias como um zoológico e um pequeno Parque de diversões.

Por quase 20 anos, Neverland foi, ao mesmo tempo, o lar de Michael Jackson e um marco na cultura pop. Foi onde Elizabeth Taylor casou-se com Larry Fortensky em 1991; onde Oprah Winfrey fez uma das mais famosas entrevistas com o astro em 1993; e onde a então mulher de Michael, Lisa Marie Presley e ele receberam crianças de todos os lugares do mundo por conta do aniversário de 50 anos da ONU em 1995. Jackson deixou o rancho em 2005 após as acusações de molestar crianças, optando por viver em qualquer outro lugar no mundo até a sua morte em 2009.

O futuro de Neverland é incerto. Durante uma recente passada do lado de fora da propriedade, um paisagista pode ser visto circulando por uma estrada em um buggy vermelho enquanto um guarda fazia a segurança no portão de entrada. O roteador sem fio tinha o nome de "SVR Security", uma homenagem ao nome original do local.

“Tem sido um local bem quieto”, disse o corretor imobiliário local William Etling em seu escritório, a poucas milhas dali na cidade de Los Olivos. “Nunca houve o barulho de nada acontecendo por lá. Estou surpreso que ainda não tenha sido vendido para ninguém até agora.” Autor do polêmico livro "Sideways in Neverland", onde conta a sua versão sobre o local onde Michael Jackson morou, Etling se pergunta quem poderá comprar a propriedade de 2.600 acres por US$ 35 milhões, uma vez que um rancho próximo, com 3.250 acres foi vendido recentemente por US$ 22 milhões. Sua única aposta: alguém que realmente goste do Rei do Pop.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.