Na nova temporada, que estreia dia 14 de julho, ator será Gael, professor de muay thai; “Jim” volta em 2015

Eriberto Leão e Emanuelle Araújo
Anderson Borde/AgNews
Eriberto Leão e Emanuelle Araújo


Eriberto Leão passou a tesoura nos cabelos e deixou Jim Morrison um pouquinho de escanteio. Depois do estrondoso sucesso que fez no teatro com a peça “Jim”, o ator faz uma pausa de um ano para viver Gael na nova temporada de “Malhação”, que estreia dia 14 de julho. Ao iG , durante coletiva de imprensa realizada na segunda-feira (16), no Projac, o ator comentou o motivo que o fez topar o convite.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias dos famosos

“A possibilidade de contar uma história que vai emocionar a juventude, que ainda se encontra em um estado maleável para ser influenciado de uma maneira positiva. Quando recebi o convite e li, não tive dúvidas. Estou fazendo de corpo e alma, tanto que parei o ‘Jim’, que é o maior sucesso da minha carreira, cortei o cabelo, porque quero estar a serviço disso. Quando acabar, daqui a um ano, volto com a peça”, avisou Eriberto, que deve seguir temporada em São Paulo.

E se em algum momento se arrependeu de deixar o espetáculo, ele é categórico: “Fui premiado pela primeira vez na minha carreira. A gente ganhou Melhor Música competindo com grandes espetáculos musicais. O artista verdadeiro fica feliz quando isso acontece. O resto, como dizia Shakespeare, tudo é vaidade”.

Na trama, Eriberto vive Gael, o professor de muay thai de Duca ( Arthur Aguiar ) e pai de Bianca ( Bruna Hamú ) e Karina ( Isabella Santoni ). Viúvo, ele cuida das filhas com dedicação e linha dura. “A disciplina dele é marcial, mas ele deixa as filhas irem ao show do NX Zero e voltarem meia-noite para casa. Eu ia deixar voltar 1h da manhã. Ia dar uma hora a mais (risos). Acho que compreenderia muito mais se meu filho quiser ser ator ou qualquer outra coisa. O Gael, não”, disse.

Como protagonista veterano do elenco, o ator, que já tem história na TV, elogiou o trabalho nos bastidores e a garra por novidade da nova turma: “Está acontecendo uma coisa muito legal nessa novela. É uma trama das 17h, e tem uma qualidade dramatúrgica absurda. Uma qualidade de direção, no elenco… E todos os personagens têm sonhos. Se a gente juntar todos esses sonhos, a gente vai ter o grande sonho na nossa nação. Não consigo entender como a gente acorda todos os dias sem a vontade melhorar. Vejo a imprensa, os artistas… A gente está fazendo 80% e não 100%”.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.