Cantor sertanejo abre o jogo sobre romance com a empresária e diz que não se importa com comentários sobre estar se aproveitando da situação


Eles iniciaram o romance discretamente, mas, agora, não escondem mais o namoro. Depois de Zilu revelar que tinha um novo amor sertanejo e publicar algumas fotos do casal, Zé Henrique , o escolhido da empresária, resolveu abrir o jogo. O cantor, que faz dupla com Gabriel, contou que conheceu Zilu em um show, que ela foi conferir, em Jacareí, com algumas amigas.

Zilu e Zé Henrique
Reprodução/Instagram
Zilu e Zé Henrique

Lá, ela se revelou fã e disse ter uma música favorita da dupla: “Extinto animal”. Depois disso, eles começaram a se falar por mensagens e o namoro engatou.

Zé havia acabado de dar um ponto final em seu segundo casamento, engatado na sequencia do término de seu primeiro. Novamente, ele se viu sem curtir a vida de solteiro. “Engraçado que parece que é o signo. Ariano não sabe ficar só. Não sei ficar sozinho, não gosto de solidão. É ruim. Já basta solidão dos hotéis na estrada”, comentou.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias nos famosos

Além de contar o momento do start entre eles, Zé falou sobre as críticas e comentários de que ele estaria se aproveitando da situação para alavancar a carreira. “Quando nos aproximamos e tivemos a primeira conversa, falamos sobre o que poderia acontecer. Pontuamos todas essas coisas, o que poderia vir de crítica, os amigos, quem iria apoiar... A gente se magoa com as mentiras, com algumas conversas que não tem nada a ver, mas como a gente estava preparado, achamos natural. As pessoas tiram as próprias conclusões, mas para mim, o que importa é colocar a cabeça no travesseiro e dormir em paz”, comentou Zé Henrique em entrevista por telefone, enquanto seguia para mais um show. Desta vez, em Tabatinga, no interior de São Paulo.

O sertanejo contou também que, logo que o assunto se tornou público, enviou uma mensagem para Zezé Di Camargo na tentativa de terem uma conversa pessoalmente. Como resposta, ouviu a aprovação do amigo para o namoro. “A gente não conversou pessoalmente ainda, mas ele sabe da minha admiração por ele, musicalmente falando. Sabe que tenho ele como inspiração. Ele é um dos maiores autores da musica sertaneja. Me senti super à vontade para mandar a mensagem para ele. Ele respondeu super tranquilo, na boa, dizendo que com certeza as pessoas iam falar, que não tinha nada contra, e que era para a gente ser feliz, que ele também queria ser feliz”.

Zé ainda contou que já conversou com Zilu sobre a programação para o Dia dos Namorados, mas não têm nada decidido.

Carreira

Em agosto, Zé Henrique e Gabriel irão gravar mais um DVD de carreira. Em 2013, a dupla fez um registro em estúdio, mas a gravadora preferiu que eles trabalhassem um DVD com público presente. Assim, os sertanejos aproveitaram o áudio da gravação, lançaram um CD e se preparam para gravar um novo projeto em agosto, na cidade de Paulínia. Desta vez, com a presença do público. Por enquanto, nenhum nome é cotado na lista de participações especiais.

Mas quem sabe, Fernando e Sorocaba não seja uma dupla presente. Embora Zé Henrique não tenha citado nomes, ele esteve, nessa semana, no estúdio da dupla. “Fui lá conhecer a estrutura do estúdio, que por sinal, é muito bacana. Eles são pessoas maravilhosas, grandes profissionais, possivelmente vem algo por aí. Foi o nosso primeiro contato profissional. Vamos ver”, pontuou.

Zé falou também sobre a possibilidade de encarar a carreira do ator. O cantor havia sido convidado para ser o violeiro de “Meu Pedacinho de Chão”, papel que é hoje de Gabriel Sater . “Cheguei a ir até a casa do Benedito Ruy Barbosa pra conhecê-lo, ele realmente queria conhecer um violeiro de uma geração mais nova. E daí o meu amigo Sérgio Reis me levou lá. Mas a vida acabou levando outros rumos. Não foi dessa vez”, contou o cantor, sem esconder seu desejo de encarar mais esse desafio na carreira. Embora, atuar não seja novidade para Zé Henrique. “Quando comecei a carreira, lá atrás, viajei pelo Brasil com um circo. Lá tinha teatro. Participava da banda e de algumas peças teatrais. Foi uma grande escola. Estou muito longe de ser um grande ator, mas poderia me preparar bem. Com certeza não pensaria duas vezes pra encarar um papel”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.