Apresentador, que é o tema do programa de Roberto Cabrini desta semana, fala sobre seu lado longe das câmeras


Danilo Gentili em entrevista para Roberto Cabrini
Divulgação/SBT
Danilo Gentili em entrevista para Roberto Cabrini

Danilo Gentili é o tema do “Conexão Repórter” desta quarta-feira (21). O apresentador do SBT vai mostrar seu lado pessoal, longe dos palcos e da TV.

O humorista vai falar sobre sua trajetória, mostrar os lugares aonde morou e contar os desafios enfrentados desde que decidiu que seguiria a carreira artística. "A gente morava de aluguel. Foi uma época muito difícil. Em menos de um ano eu perdi meu pai, minha irmã, emprego, minha mãe estava sem trabalho, perdi minha namorada. Perdi tudo. E o que a gente tentava ter era dignidade. A gente nunca pediu nada pra ninguém. E conseguimos vencer", contou Danilo, que relembra o dia em que o pai morreu.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias nos famosos

“Já estava todo mundo dormindo, eu fui para a cama e acordei de madrugada com meu pai gritando de dor. Eu fiz massagem cardíaca nele, ele voltou a respirar e eu fui no ouvido dele. Ele recobrou a consciência, e eu falei que ele era a pessoa mais importante que eu já tive e que o amava".

O apresentador também faz uma autoanálise e explica o motivo de ser uma pessoa tão fechada. “Acho que poderia ser menos fechado emocionalmente, mais evoluído nessa área. Eu me auto saboto muito, talvez. Eu já perdi muitas pessoas que amo, então acho que sempre que começo a gostar de alguém, entro num processo de sabotagem, para não ir adiante ou não correr o risco de perder mais uma pessoa que gosto".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.