Ator usou as redes sociais nessa segunda-feira (14) para comentar sobre o incidente

Murilo Rosa recorreu às redes sociais para se defender da confusão com o paparazzo
Reprodução/Instagram
Murilo Rosa recorreu às redes sociais para se defender da confusão com o paparazzo

Após se desentender com um paparazzo em um shopping do Rio de Janeiro nessa segunda-feira (14) , Murilo Rosa recorreu às redes sociais para se defender do incidente.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba notícias dos famosos

"Depois de dias maravilhosos, energia superpositiva na Paixão de Cristo, chego no Rio com muita saudade da família! Resolvemos pegar um cineminha, um dia bem legal. Até que... Eis que me aparece um 'fotógrafo' correndo e descendo a escada rolante, pulando na nossa frente de uma forma abusiva e clicando", escreveu ele.

Segundo o ator, a confusão aconteceu porque ele e a mulher, Fernanda Tavares, queriam manter a privacidade do filho. "Pedi para não tirar fotos do meu filho, ele botava a câmera na minha cara. Me estressei. Não existe lei contra um indivíduo desse, que fotografa o seu filho sem a sua autorização? Isso é permitido? É claro que não. Pode me fotografar à vontade, sempre respeitei a imprensa. Mas, sinceramente, as coisas estão estranhas. Tirando isso, o filme foi ótimo", postou o ator.

Relembre o momento da confusão na galeria abaixo:



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.