Em entrevista ao "Fantástico", atriz falou sobre o grave acidente automobilístico que sofreu em janeiro deste ano

Isis Valverde sofreu grave acidente automobilístico em janeiro deste ano e ainda não se recuperou. A atriz, que nesse fim de semana anunciou o desligamento do longa-metragem "Divã 2" depois de descobrir nova lesão na coluna, conversou com o "Fantástico" sobre a difícil recuperação na matéria exibida neste domingo (23).

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as notícias nos famosos

A atriz, que não sente mais dores pelo corpo, comentou sobre as dificuldades enfrentadas no início do tratamento. "No início foi muito complicado. Me irritava bastante. É normal, mas a gente vai tentando encontrar fugas para isso", explicou ela, que não corre mais riscos, desde que siga as orientações médicas. " A gente chegou no médico e ele disse que tive muita sorte. Foi uma fratura muito séria. E, como disse o Cazuza, 'vi a morte e ela disse: viva'. E fui viver". Isis contou ainda que não tem recordações sobre o momento do acidente. "Quando abri o olho, estava ali respirando, mexendo o pé, a mão... A primeira coisa que falei foi: 'tenho que ligar pra minha mãe'. Quando liguei, não falava, só chorava. Aí falei: 'mãe, calma, estou mexendo tudo'. E eu na UTI e não podia falar nada", contou.

Quem dirigia o carro no momento do acidente era a prima de Isis, Mayara, pois a atriz estava com sono e não queria assumir o volante. Segundo ela, a prima não estava acostumada com carro automático e pisou bruscamente no freio, como se estivesse pisando na embreagem. Isis, que estava sentada no banco da frente, disse que só sobreviveu ao acidente porque estava de cinto de segurança.

Para o neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho, se Isis não estivesse de cinto de segurança, a fratura poderia ter sido mais grave. Ele também falou que Isis precisa utilizar o colar cervical à risca para se recuperar completamente. "Se ela ficar mexendo e tirar o colar, a fratura não consolida", explicou.

Apesar de ter divulgado fotos nas redes sociais em momentos de ioga, a atriz afirmou que não tirou o colar durante o tratamento. "Posto muita foto antiga minha. Não tirei nenhuma vez o colar. Não teve essa história que tirei o colar e coloquei de novo", falou ela, que ainda vai ficar "mais um mês, ou mais", com o colar. "Sou atriz e trabalho com meu corpo, com as minhas expressões. Isso aqui é uma prisão para mim", completou.

Durante a entrevista, Isis contou que precisava de ajuda até para andar no começo do tratamento e isso a incomodava. "Na hora do banho, tiro. Sento em uma cadeira", falou a atriz sobre o colar. "No início davam banho em mim. Precisava de ajuda para levantar, para andar em casa, para tudo. As pessoas têm que viver. Ficaram comigo até eu conseguir andar sozinha. Eu não andava sozinha. Precisava de alguém me segurando. Sou muito independente e falei: 'não,  não preciso de ajuda'. Aí veio a solidão".

A repórter Sonia Bridi aproveitou que a atriz comentou sentia solidão e perguntou se Isis estava namorando Cauã Reymond. "Estou sozinha. Não estou namorando ninguém. Estou sozinha desde sempre. A gente é amigo", afirmou.

Isis falou ainda que não vai precisar se desligar do papel da novela das seis da Globo que vai substituir "Meu Pedacinho de Chão", da qual será protagonista. Ela falou também que a primeira coisa que vai fazer quando tirar o colar é pular na piscina.

Com colar cervical, Isis Valverde concedeu entrevista ao 'Fantástico' e falou sobre o Cauã Reymond
Reprodução/Globo
Com colar cervical, Isis Valverde concedeu entrevista ao 'Fantástico' e falou sobre o Cauã Reymond


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.