Atriz falou sobre a preparação para viver uma evangélica e ex-garota de programa em “O Caçador”


Coletiva de imprensa 'O Caçador'
Thyago Andrade/Foto Rio News
Coletiva de imprensa 'O Caçador'

Nanda Costa vai voltar à televisão como a evangélica e ex-garota de programa Marinalva na série “O Caçador” , da TV Globo.

Na trama, ela contracena com Cauã Reymond . “Frequentei alguns cultos e assisti a muitos canais evangélicos. Sabe esses canais de madrugada que passam culto? E eu fui a igrejas na Gávea e em Paraty (sua cidade natal). Tenho uma prima que é da igreja batista, conversei bastante com ela. Ela me deu alguns toques, contou algumas histórias de amigas”, explicou.

Nanda não pode falar muita coisa sobre o próximo trabalho na TV  porque a personagem é a chave para desvendar o passado do André (Cauã Reymond). “Ela aparece no sexto episódio. O André vai atrás e descobre que ela está nessa igreja. A gente não sabe há quanto tempo ela está lá, mas ela está buscando alguma coisa”.

Curta a fanpage do iG Gente e receba notícias dos famosos

Esse é o primeiro trabalho depois da protagonista Morena, de "Salve Jorge". “Eu sinto muito carinho ainda, principalmente das crianças e dos velhinhos. Eles se emocionam, algumas pessoas ainda misturam um pouco, me perguntam se eu estou bem”, contou. "É muito intenso ser protagonista. A carga é grande. Muda tudo, né? Antes, um ou outro me reconhecia de filme. Agora, por exemplo, a novela já acabou há algum tempo e algumas pessoas ainda me chama de Morena”.

Menos cinema

“Eu acho que agora eu estou fazendo menos cinema, porque a carga horária é maior e muitas vezes não dá para conciliar. Cinema tem que viajar, passar um tempo fora… Tem uns filmes que eu não vou conseguir fazer, que já estavam meio acertados. Acho que o que mudou foi isso. E a exposição, claro. As pessoas agora reconhecem mais", falou, sobre o sucesso da personagem da trama de Glória Perez .

Ser sexy

“Como sou atriz e trabalho também com imagem, a gente tem que saber onde está a sensualidade, a fragilidade, a beleza, a feiura, e não ter medo de usar a sensualidade e nem de estar horrorosa em uma cena, sabe? A minha vaidade maior é estar contando a história da forma mais verdadeira possível”.

Corpo

“Eu estava de férias, e voltei agora a correr, a treinar, então emagreci, mas não foi por causa da personagem. Não sei quantos quilos, porque não me peso há anos”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.