Estilista L'Wren Scott foi encontrada morta em seu apartamento, em Nova York, na manhã de segunda-feira (17)

AP

A estilista L'Wren Scott , namorada de Mick Jagger , encontrada morta na manhã de segunda-feira (17) , estava ajoelhada e com um cachecol amarrado ao pescoço. A peça estava atada à maçaneta de uma porta, informou a polícia que investiga o caso.

O corpo de Scott foi encontrado por sua assistente às 10h (horário local) no apartamento em que morava em Manhattan, Nova York. A polícia não encontrou nenhum bilhete ou sinais de violência e trabalha com a hipótese de suicídio.

Furgão de imprensa estaciona em frente ao prédio onde L'Wren Scott morava
AP
Furgão de imprensa estaciona em frente ao prédio onde L'Wren Scott morava

Cerca de uma hora e meia antes da assistente encontrar o corpo, Scott lhe mandou uma mensagem de texto pelo celular pedindo que ela fosse até o apartamento, mas não informou o motivo. Um representante da estilista pediu privacidade para a família dela e para seus amigos.

Em fevereiro, Scott cancelou sua participação na Semana de Moda de Londres alegando problemas de atraso na produção.

Um porta-voz de Mick Jagger, que namorava Scott há 12 anos, afirmou que o cantor ficou "completamente chocado e arrasado com as notícias" da morte.

As elegantes criações de Scott eram favoritas de diversas celebridades, como Madonna , Nicole Kidman , Oprah Winfrey , Penelope Cruz e a primeira-dama Michelle Obama .

"Esta é uma horrível e trágica perda. Estou muito chateada. Eu amava o trabalho de L'Wren e ela sempre foi muito generosa comigo", afirmou Madonna por meio de um comunicado divulgado por seu agente.

A topmodel Naomi Campbell , amiga pessoal de Scott, disse que a estilista é "a síntese da elegância e feminilidade. Vou honestamente sentir falta dela e de sua amizade. Meu coração está com Mick e com todos que a amavam e que eram amados por ela".

Olivia Wilde também se manifestou sobre a morte da estilista. "L'Wren Scott era brilhante, elegante, gentil e generosa. Que tragédia", escreveu ela em seu perfil no Twitter.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.