Espaço do jogador foi lacrado pela prefeitura da cidade por falta de pagamento das taxas devidas para a instalação e exploração da atividade durante o carnaval


A folia de Ronaldinho Gaúcho não começou bem. O jogador, que mandou construir um camarote privativo no circuito Barra/Ondina, em Salvador, teve seu espaço embargado nesta sexta-feira (28).

ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA DO CARNVAL NO iG

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura de Salvador, o espaço, que fica aos pés da apart-hotel Atlantic Tower, foi lacrado por falta de pagamento. "O camarote de Ronaldinho, localizado em Ondina, foi embargado por fiscais da Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município (Sucom), por não ter pago as taxas devidas para a instalação do camarote e exploração da atividade durante o Carnaval. O embargo só poderá ser revertido após a quitação da dívida."

Em entrevista ao iG , o superintendente do Sucom Sílvio Pinheiro disse que o pagamento das taxas devidas já foi efetuado pela equipe de Ronaldinho e que a liberação do espaço acontecerá dentro de algumas horas. Se o embargo atrapalhou a festa do jogador, Duarte conta que "não sabe avaliar". "É só cumprir a legislação. Espero que eles aproveitem bem o carnaval."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.