Ator está preso há 16 dias no Rio de Janeiro depois de ser acusado de roubar uma mulher, que disse ter se enganado

Vinícius Melich , amigo de Vinícius Romão , preso há 16 dias em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, afirmou em entrevista à "Globonews" que o ator está "abalado, transtornado e revoltado".  Romão está no Presídio Patricia Acioli desde o último dia 10, quando foi apontado por uma vítima de roubo como o autor do crime.

Dalva Moreira da Costa reconheceu o ator duas vezes como o homem que havia levado uma sacola de suas mãos na saída do hospital em que trabalha, mas depois afirmou ter se enganado. O pedido de soltura de Romão foi então entregue à Justiça e o juiz Rudi Baldi , da 33ª Vara Criminal, concedeu liberdade ao ator na terça-feira. Ele continua detido aguardando a chegada do pedido ao presídio.

"Estou muito preocupado com o psicológico dele, em como está o Romão. Ele passou mais de 15 dias preso", afirmou Melich. Segundo ele, o amigo recebeu tratamento padrão para todos os detidos do presídio, como entregar todos os pertences e raspar a cabeça.

Graduado em psicologia, Romão vai comemorar a formatura no próximo fim de semana e os amigos preparam uma homenagem a ele durante a festa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.