Além do produtor, Gabriel Braga Nunes comentou a ausência da atriz na pré-estreia do longa "Anita e Garibaldi", protagonizado por eles, em São Paulo

Mesmo sem a presença de uma das protagonistas, Ana Paula Arósio , que segue reclusa e longe da mídia em sua propriedade em Santa Rita do Passa Quatro, interior paulista, finalmente o longa "Anita e Garibaldi" estreou. Após oito anos de filmagens, o filme foi lançado na noite de terça-feira (3), em São Paulo. Gabriel Braga Nunes , que também é um dos atores principais, o diretor italiano Alberto Ronadalli , o produtor Rubens Genaro , e os outros integrantes do elenco e da equipe estiveram na première e lamentaram a ausência da atriz.

"Ela faz falta", comentou Gabriel, que encheu Ana Paula de confetes. "Ela é sensacional, uma grande colega, fez um trabalho superbonito. Eu já tinha trabalhado com ela na novela 'Terra Nostra' e só tenho elogios a fazer", disse, sem prolongar o assunto.

Já Rubens contou que eles procuraram a atriz para comparecer à estreia, mas sem sucesso. "Tentamos falar com ela, mas ela não pode vir", afirmou. O produtor fez questão de esclarecer a declaração que concedeu para o jornal "Folha de S. Paulo" em 29 de novembro de que Ana Paula o fez perder dinheiro com o filme.

"Não disse bem isso. O fato é que existiram inúmeras circunstâncias alheias à nossa vontade que prejudicaram o filme. Teve um problema logístico e também a falta de dinheiro. Mas a Ana Paula fez um belíssimo trabalho, sou gratíssimo a ela, fã incondicional. Ela deu uma grande contribuição, um par belíssimo romântico com o Gabriel Braga Nunes", explicou.

Rubens ainda fez votos de que a atriz descubra seu caminho e volte à televisão. "Desejo que ela encontre a luz, o que de melhor ela procurou na vida dela. E queria agradecer pelos melhores momentos que ela dedicou a nós e ao filme. Espero que não seja o último e que tenham outras novelas", declarou.

Enquanto isso, o diretor Ronadalli parecia não entender muito o motivo de Ana Paula não ter ido à estreia. "Por que ela não está aqui? Você sabe? Eu moro na Itália, não sei", disse, entre risos. Porém, ele relatou que escolheu a atriz por sua vontade em fazer o longa. "A escolhi pelo carisma e por sua determinação a fazer o filme, foi a atriz que mais demostrou interesse por ele", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.