Cantor conta que não se sente à vontade quando anda de avião e sai sozinho e declara ainda que não pensa em se casar tão em breve com a noiva, Andressa Suita: "Estamos experimentado"

Como de costume, Gusttavo Lima chegou acompanhado por Andressa Suita para gravar sua participação no “Show da Virada”, especial de fim de ano da Globo, na noite dessa quarta-feira (27), em São Paulo. Apesar de estar noivo, o casal não deve subir ao altar muito em breve. “Casamento por enquanto não, né? Estamos experimentando ainda. Vamos fazer uns dois anos juntos, porque ficamos um tempo nos ‘pegando’ (risos), começamos a namorar e depois noivamos no réveillon do ano passado. Não quero fazer aquilo de casar e depois ver que não era isso que eu queria”, disse o cantor.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba notícias dos famosos

Os dois, enquanto isso, moram juntos para se conhecerem cada vez melhor. “Já sei praticamente todos os defeitos e qualidades dela e ela sabe os meus, então é só esperar mais um pouquinho que o casamento vai sair”, contou Gusttavo.

O casal Andressa Suita e Gusttavo Lima na gravação do 'Show da Virada', em São Paulo
Orlando Oliveira/AgNews
O casal Andressa Suita e Gusttavo Lima na gravação do 'Show da Virada', em São Paulo

Síndrome do pânico

Gusttavo Lima fez uma revelação durante conversa com a imprensa. O cantor disse ter síndrome do pânico e que, apesar de sempre percorrer o Brasil com seu jatinho particular, não se sente à vontade nas alturas. “Eu nunca falei isso, mas tenho meio que síndrome do pânico. Gosto de voar, mas tenho muito medo. Medo de entrar no avião e saber que aquilo lá é um motor, que pode cair. Mas enquanto tem um acidente de avião, tem mil de carro, só que o avião não tem volta e nem chance de viver”, comentou.

Outra situação que Gusttavo disse não se sentir confortável é sair sozinho. “Se eu for num lugar sozinho, shopping, alguma coisa assim, fico louco da cabeça, passo mal. Acho que venho vivendo isso há um bom tempo, porque eu sempre tenho alguém junto, um segurança, assessor. Esses dias saí de casa às 4h da manhã para comprar um negócio na conveniência e não tive coragem de descer, porque estava sozinho. Deu aquela insegurança, porque todo lugar que eu vou tem gente comigo. Não gosto de ser sozinho”, declarou ele.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.