A desembargadora Letícia de Farias Fardas, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, reconheceu como pertinente os argumentos da atriz e suspendeu a decisão de exclusão

Antonia Fontenelle voltou a brigar pela herança de Marcos Paulo , que morreu em novembro de 2012. A desembargadora  Letícia de Farias Fardas , do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, suspendeu a exclusão da atriz do testamento do diretor por entender os argumentos de defesa fornecidos por Antonia.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba notícias dos famosos

"O Tribunal de Justiça entendeu como pertinente a história de Antonia e, por isso, concedeu um efeito de suspensão e a colocou de volta", explicou o advogado da atriz,  Carlos Sanseverino , ao iG .

No mês de outubro deste ano, a juíza Maria Cristina de Brito Lima , da 1ª Vara de Família da Barra da Tijuca, considerou que o testamento não preenchia a forma jurídica do processo e decidiu pela exclusão de Antonia do testamento.

Há quase um ano a atriz luta na Justiça para ter conseguir reconhecer os seus direitos de companheira de Marcos Paulo. O diretor deixou delcarado em testamento que 60% dos seus investimentos deveriam ficar com ela. As outras herdeiras que brigam na Justiça são as três filhas do diretor: Vanessa , do relacionamento com Tina Serina , Mariana , do casamento com Renata Sorrah , e Giulia , do casamento com Flávia Alessandra

Antonia Fontenelle
AgNews
Antonia Fontenelle




    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.