Cantor foi detido após se envolver em uma briga em frente ao W Hotel, em Washington

Reuters

O cantor de R&B Chris Brown se declarou inocente nessa segunda-feira (28) de uma acusação de má conduta, como resultado de uma briga no domingo (27) do lado de fora de um hotel em Washington.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba notícias dos famosos

Brown, de 24 anos, foi preso na manhã de domingo perto do W Hotel. Outro homem envolvido na briga, Christopher Hollosy , de 35 anos, descrito nos documentos judiciais como guarda-costas de Brown, também foi preso e acusado de agressão.

Brown enfrenta uma pena máxima de seis meses de prisão e multa de US$ 1 mil (R$ 2,1 mil) se condenado.

Brown, conhecido por sucessos como "Deuces" e "Look at Me Now", apareceu algemado no tribunal do distrito de Columbia, onde um advogado de defesa entrou com pedido de inocência.

O juiz marcou uma audiência preliminar para 25 de novembro.

O boletim de ocorrência policial informou que duas mulheres pediram para Brown tirar uma foto com elas do lado de fora do hotel. Ele se opôs quando Parker Adams , de 20 anos, de Beltsville, Maryland, tentou entrar na foto.

O cantor teria dado um soco no rosto de Adams, e Hollosy fez o mesmo, de acordo com o boletim.

Chris Brown e Rihanna
Reprodução/Instagram
Chris Brown e Rihanna


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.