Ator estreia filme ao lado de amigos famosos em São Paulo e conta estar muito feliz interpretando um monge em “Joia Rara”

Mesmo só conseguindo chegar ao final do evento, Caio Blat fez questão de ir à pré-estreia do longa “Entre Nós” - que protagoniza ao lado de seus grandes amigos Paulo Vilhena e Carolina Dieckmann , além da mulher, Maria Ribeiro - na Mostra de Cinema de São Paulo, na noite dessa quarta-feira (23), em São Paulo. “Foi difícil sair do estúdio, estava gravando a novela no Rio. Contratei um mototaxi para ir até o aeroporto, mas aí o voo atrasou. Cheguei no finzinho, mas deu para sentir a alegria do pessoal”, disse ele.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba notícias dos famosos

O ator contou que foi uma coincidência atuar com pessoas que ele conhece há tanto tempo. “Por mais incrível que pareça, o diretor ( Paulo Morelli ) convidou cada um dos atores sem saber que éramos amigos de verdade a vida inteira. A Carol e a Mari são amigas de infância, eu e o Paulinho somos amigos há 20 anos. E isso deu muita verdade para o filme. A gente tem um amor, uma paixão, uma intimidade muito grande e isso é visto no filme”, afirmou.

Caio Blat como o monge Sonan em 'Joia Rara'
Divulgação/TV Globo
Caio Blat como o monge Sonan em 'Joia Rara'

Vida de monge

Caio também falou sobre seu personagem em “ Joia Rara ”, o monge Sonan, que está adorando interpretar. “Agradeço todos os dias por estar no horário nobre passando essa mensagem de tolerância, mostrando um pouco do budismo, que adoro. Tenho praticado a meditação, uma coisa que me faz muito bem. Às vezes estou fazendo uma cena e penso ‘não acredito que estou fazendo esse trabalho tão lindo’”, declarou.

O ator explicou que para esse papel teve que estudar a cultura tibetana. “É uma cultura muito rica, cheia de detalhes. Tem pessoas no estúdio que ficam ajudando a gente a seguir à risca tudo. Já aprendi muito coisa”, finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.