Bebê de um mês e meio recebeu alta hospitalar nessa quinta-feira (1º), após ficar internado por oito dias na UTI da Casa de Saúde São José, no Rio de Janeiro

Flávia Sampaio quebrou o silêncio neste sábado (03) e usou o Instagram para revelar qual doença levou seu primeiro filho do relacionamento com Eike Batista , Balder , para a UTI.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba notícias dos famosos

"O que tivemos foi coqueluche! Eu peguei e passei para o meu filho. É importante se vacinar para prevenir esse grande trauma e sofrimento. Existem ainda diagnósticos errados e/ou tardios, fiquem atentos aos sintomas, tosse prolongada e falta de ar. Consulte seu médico e pediatra. Vacinem-se!! A minha já tinha vencido e a do Balder ainda não estava na época", escreveu ela na legenda da imagem em que aparece segurando o bebê de um mês e meio.

Entenda o que é coqueluche

Balder deu entrada na UTI da Casa de Saúde São José, no Rio de Janeiro, na madrugada do último dia 24 de agosto. Nessa quinta-feira (1º), o primeiro filho da advogada recebeu alta médica da equipe neonatal após apresentar evolução satisfatória e atingir um estado de saúde considerado bom. 

Coqueluche, também conhecida por tosse comprida, é uma doença infectocontagiosa aguda respiratória, transmitida por uma bactéria chamada  Bordetella pertussis . O contágio se dá pelo contato direto com a pessoa infectada. 

Flavia Sampaio em momento de carinho com o filho Balder
Reprodução/Instagram
Flavia Sampaio em momento de carinho com o filho Balder


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.