O ator e apresentador de "Tempero de Família", do GNT, conta ao iG seus segredos culinários que agradam à mulher, Fernanda Lima, e aos filhos, e revela o sabor de sua infância


Rodrigo Hilbert participou de um evento de uma marca de celulares na noite dessa quinta-feira (20), em um shopping em São Paulo, e conversou com o iG sobre a nova empreitada como apresentador. Atualmente longe da teledramaturgia - seu último trabalho foi uma participação no seriado "Louco por Elas", em abril - , o ator comanda o programa de culinária "Tempero de Família", no canal GNT.

Rodrigo Hilbert escoltado por seguranças
AgNews
Rodrigo Hilbert escoltado por seguranças

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias dos famosos

"No momento, estou concentrado 100% no meu programa. Penso numa segunda temporada, já tenho ideias na cabeça, mas nada confirmado. Estou muito feliz, mostrando uma coisa que eu sempre quis", disse. "Me sinto muito à vontade na cozinha, mas nunca imaginei que poderia fazer um programa de culinária", completou.

Apesar do foco no novo projeto, Rodrigo diz que não abandonou a teledramaturgia. "Por enquanto, não tenho nenhum projeto. Mas a gente nunca sabe. Tudo pode acontecer. O que eu tenho na cabeça hoje é o meu programa".

Ele conta que em casa, é ele quem prepara a comida da mulher, Fernanda Lima , e dos filhos, os gêmeos João e Francisco , de cinco anos. "Se eu estiver em casa, a cozinha é minha. Não entra Fernanda, não entra a empregada, não entra ninguém. Eu é quem mando lá dentro. Quando a empregada vai cozinhar, porque eu estou sem tempo, entro lá, dou palpite, me meto mesmo. No final de semana nós não temos empregada, então eu fico no comando. A Fernanda cozinha bem, mas eu sou muito 'fominha', não deixo".

As pitadas culinárias de Rodrigo Hilbert:

O que entra na sua geladeira?:  "Entra de tudo. Como demais e gosto de tudo que é bem feito. A Fernanda também come de tudo. Até a gravidez, ela era vegetariana. Depois, o médico falou: 'Você está fraquinha. Vai comer carne'. Como uma bela gaúcha, ela tem que gostar de carne. Ela não é uma carnívora maluca, mas como muitos dos pratos que faço têm carne, ela acaba comendo bastante".

... e o que não entra?: "Não tem uma coisa da qual eu não goste. Só não entra comida mal temperada"

Gosto de infância: "Polenta. É a comida de todo domingo na minha casa, no sul. E galinha ensopada também."

Na geladeira dos filhos: "Eles comem bem, mas têm fases. Agora eles estão meio chatinhos, mas adoram massa. Comem macarronada com carne moída, molho de tomate. Eles amam o (arroz) carreteiro da vovó Teca, minha sogra. Ela me ensinou e vou preparar no meu programa. Mas você pode botar brócolis, couve e alho poró na mesa que geralmente eles comem. Agora estão adorando espinafre também"


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.