O ator vive um cantor sertanejo no longa “Aplauso & Solidão”, que estreia este ano, e deixa no ar a possibilidade de seguir cantando na vida real

Murilo Rosa foi um dos concorrentes ao IX Prêmio FIESP/SESI-SP de Cinema na noite dessa terça-feira (11), no Teatro do SESI São Paulo.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias dos famosos

Pouco antes da premiação, Murilo conversou com o iG e garantiu que os recentes flagras - como sua performance com um microfone imaginário cantando na praia e a canja que deu em um show da dupla Victor e Leo - têm um propósito e estão longe de ser indícios de uma carreira musical. “Tudo aquilo foi por causa do meu filme 'Aplauso & Solidão', onde faço um cantor que canta música de raiz”, explicou o ator. Murilo interpretará Hugo Kari, um cantor brasileiro de renome nacional que resolve fazer uma pausa em sua atribulada agenda para se encontrar com o pai. “É meio uma mistura de Fábio Jr. com sertanejo em uma história fictícia”, completou. O filme de Alberto Araújo tem previsão de lançamento ainda este ano. No elenco estão Lima Duarte , Oscar Magrini , Othon Bastos , entre outros.

O longa, que já foi filmado no ano passado, bem antes de Murilo atuar em "Salve Jorge", deixa no ar uma incógnita sobre o futuro profissional do ator em relação à música. Se a produção já foi rodada, para que Murilo ainda imita o cantor? “Está rolando um burburinho de que eu vá virar cantor?”, perguntou ele, despistando uma resposta.

Caco Ciocler, Silvia Buarque e Murilo Rosa
Thiago Duran /AgNews
Caco Ciocler, Silvia Buarque e Murilo Rosa


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.