Em entrevista ao iG, humorista contou que foi surpreendido duas vezes por assaltantes na noite do sábado (8), no Rio, e que sua mulher teve o rosto ferido. "Ela estava ao volante e fez a bendita loucura de avançar com o carro. A bala raspou no queixo dela, mas era pra pegar na cabeça"



Andréa Guimarães Castrinho
Reprodução/Instagram
Andréa Guimarães Castrinho

Castrinho e a mulher, Andréa Guimarães Castrinho , foram vítimas de duas tentativas de assalto na mesma noite, no Rio de Janeiro, no sábado (8). Em uma delas, Andréa dirigia o carro do casal no Recreio dos Bandeirantes quando foi surpreendida por um assaltante. Na tentativa de parar a mulher, um homem atirou contra o vidro do carro. Em seu Facebook, Andréa mostrou imagens que fez após ter o rosto atingido por estilhaços de vidro e um tiro de raspão. "Sofremos duas tentativas de assalto essa madrugada. Sendo que, na última, o tiro foi à queima roupa. Graças a Deus a bala pegou de raspão", contou ela, na legenda das fotos impressionantes que postou enquanto era socorrida para o Hospital Lourenço Jorge.

Em entrevista ao iG , o ator, que está no ar na novela "Dona Xepa", da Record, emocionou-se ao lembrar dos momentos que passou ao lado de Andréa. "Saímos de um aniversário e íamos passar na farmácia antes de ir para casa, aproximadamente à 1h. No caminho, Andréa percebeu homens se aproximarem com uma arma e escapamos porque ela avançou com o carro. Fizemos o retorno para ligar para a polícia e, em seguida, uma mulher foi baleada pelos mesmos assaltantes. Paramos para socorrer essa mulher, aguardar a ambulância, a polícia, e voltamos para o nosso caminho. Aí, fomos fechados por uma van. O cara saiu e atirou. Ela estava ao volante e fez a bendita loucura de avançar com o carro. A bala raspou no queixo dela, mas era pra pegar na cabeça. É que ela chegou para trás com o rosto no arranque do veículo", explicou Castrinho. "Daqui a pouco, vou levá-la ao dermatologista para ver se ainda restou algum estilhaço de vidro no rosto", emendou.

O ator mostrou-se bastante revoltado com a falta de segurança. "Eu sei que estamos sem segurança no Rio, em São Paulo, mas estou falando que a violência está muito grande na Barra da Tijuca, que é uma extensão enorme e não tem policiamento. Temos oito câmeras de vigilância nas ruas, mas só duas estão funcionando, as outras estão quebradas. Graças a Deus não perdi minha mulher. Foram duas vezes na mesma noite no intervalo de duas horas. É verdade que dizem que um raio não cai no mesmo lugar duas vezes, mas vou comprar um para-raio para por em casa. Acreditamos muito em Deus e sabemos que, por causa dele, estamos bem", concluiu.  

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias dos famosos

O filho da produtora também manifestou-se na internet. "Prezados, ela sofreu ontem duas tentativas de assalto. Na segunda, quase perco minha mãe. O tiro pegou no vidro dela, que está com o lado esquerdo do rosto todo machucado devido aos estilhaços provocados pelo estouro, ficando neste momento irreconhecível. Graças a Deus os dois estão bem. Traumatizados, mas bem. Obrigado pela preocupação de todos", escreveu ele.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.