De acordo com o site TMZ, não é a primeira vez que Paris Jackson tenta se matar


Paris Jackson , de 15 anos, deu entrada em um hospital na Califórnia na manhã desta quarta-feira (05), após uma suposta tentativa de suicídio. De acordo com o site americano "TMZ", a filha de Michael Jackson deixou sua residência na cidade de Calabasas, perto de Los Angeles, por volta das 2h, após uma chamada ao serviço de emergência.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias dos famosos

O contato aconteceu às 01h27 e a pessoa que fez a ligação informou que Paris tinha sinais de overdose, mas uma fonte próxima ao serviço de emergência comunicou que ela apresentava diversos cortes no pulso.

Uma pessoa próxima a Paris contou ao "TMZ" que ela já havia tentado suicídio no passado, mas desta vez, é algo bem mais sério. “Isso não foi um grito de socorro”, apontou.

Paris Jackson
Reprodução/Instagram/Facebook
Paris Jackson

Debbie Rowe , mãe de Paris - a segunda dos três filhos de Jackson - confirmou a tentativa de suicídio ao programa de TV "Entertainment Tonight" e disse que a jovem passou por "muita coisa (recentemente)".

Alguém relacionado à família de Paris disse ao veículo que ela "teve um ataque" na noite dessa terça-feira (5) porque foi proibida de ir ao show de Marilyn Manson . "Nos falaram que ela correu para o quarto gritando e bateu a porta", continuou a fonte.  

Na mesma noite, Paris escreveu em seu Twitter mensagens como "I wonder why tears are salty?" ("Eu me pergunto porque as lágrimas são salgadas") ... e "yesterday, all my troubles seemed so far away now it looks as though they're here to stay" ( trecho da música "Yesterday", dos Beatles, que significa "ontem, todos os meus problemas pareciam tão distantes, agora parece que estão aqui para ficar").

Carta de despedida e pedido de ajuda 

De acordo com o "TMZ", Paris deixou uma carta de despedida antes da tentativa de suicídio, mas  conteúdo da carta não foi revelado. Ainda segundo o site, fontes disseram que ela ingeriu uma grande quantidade de cáspulas de Motrin, um potente análgésico, e que teria ligado para uma central que atende pessoas com ideias suicidas.  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.