Em entrevista à revista "Esquire", ator falou sobre problemas que enfrentou com as drogas e confessou que nunca se sentiu tão feliz quanto agora, com uma família

Brad Pitt está vivendo o momento mais feliz de sua vida ao lado da mulher, Angelina Jolie , mas admitiu que já passou por uma fase complicada. Em entrevista à edição de junho da revista "Esquire", o ator disse que sofreu com o abuso de drogas por muito tempo, admitiu que era um "vagabundo" e ainda revelou que nunca se sentiu tão feliz como agora, tendo uma família.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias dos famosos

"Por muito tempo eu achei que tinha feito um grande estrago, um estrago por causa das drogas. Eu estava indeciso. Era um cara que sentia que tinha crescido em um vácuo e queria ver as coisas, se inspirar. Passei anos me prejudicando. Era um vagabundo", revelou Brad, que foi casado com Jennifer Aniston por sete anos, até 2005. "Tenho poucos amigos. Tenho alguns bem próximos e a minha família, e nunca achei que poderia ser tão feliz como agora", acrescentou.

O ator contou detalhes sobre sua vida ao lado da mulher e dos seis filhos: Maddox , Pax , Zahara , Shiloh e os gêmeos Knox e Vivianne . "Eu sempre achei que se era pra ter uma família, teria que ser algo grande. Queria que fosse um caos na minha casa. Temos barulho constante, seja de conversas, berros ou choro. Eu amo isso. Amo, amo, amo. Odeio quando eles saem. Às vezes é legal ficar em um hotel por um dia, mas no dia seguinte já sinto muit falta", confessou ele.

Brad ainda comentou a decisão de Angelina, que revelou ter realizado uma mastectomia dupla para evitar o câncer.  "Ela poderia ter mantido a privacidade, mas era muito importante para ela compartilhar isso para que os outros entendessem que não precisa ser algo assustador. Na verdade, pode ser algo fortalecedor, que nos faz mais fortes". 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.