Ator conta um pouco de seu personagem em "Faroeste Caboclo", longa baseado na música do Legião Urbana, e diz ainda que gostou do final de “Salve Jorge”

Depois de viver o ‘boa gente’ Mustafá em “ Salve Jorge ”, Antônio Calloni vai interpretar um papel bem diferente nos cinemas. O ator está no elenco de “Faroeste Caboclo”, longa baseado na música do grupo Legião Urbana, que teve sua pré-estreia na noite desta segunda-feira (20), em São Paulo. “Faço o Marco Aurélio, um policial corrupto que apreende as drogas e dá para o Jeremias [vivido por Felipe Abib ] revender. É um personagem muito interessante porque ele tem uma relação com Jeremias muito doentia, tem um humor absurdamente violento, humor negro”, explicou.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias dos famosos

Calloni também comentou o final da novela de Glória Perez , que dividiu opiniões dos telespectadores. “Adorei! Achei perfeito aquele desfecho. Mustafá não podia perdoar Berna [ Zezé Polessa ] porque ele era muito ético, apesar de forte e violento quando necessário, e ela cometeu um crime hediondo [sequestro de criança]. Mas ele não a enxotou, continuou tratando, cuidando dela com carinho. Quem sabe eles não voltam em ‘Salve Jorge 2’”, disse ele, brincando sobre uma possível continuação da trama.

O ator fez mistério sobre seu próximo trabalho na televisão. “Ainda não esta nada certo, talvez para o ano que vem”, limitou-se a falar.

Antônio Calloni e Isis Valverde na pré-estreia do filme 'Faroeste Caboclo', em São Paulo
Manuela Scarpa/Foto Rio News
Antônio Calloni e Isis Valverde na pré-estreia do filme 'Faroeste Caboclo', em São Paulo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.