Antônia Fontenelle e filha de Marcos Paulo ganharam apartamento em NY

Por Priscila Bessa iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

Texto

O ator e diretor colocou o imóvel no nome da companheira e de sua filha, Giulia, da união com Flávia Alessandra. A novidade deve colocar fogo na disputa das herdeiras pela herança

Antonia Fontenelle volta a brigar pela herança de Marcos Paulo. Foto: AgNewsAntonia briga pela herança com as herdeiras de Marcos Paulo: Giulia, filha do diretor com a atriz Flávia Alessandra, Vanessa e Mariana, filha de Renata Sorrah. Foto: Globo/DivulgaçãoEm entrevista, Antonia Fontenelle contou que antes da morte de Marcos Paulo, todos se davam bem, como nesta foto  ( 19/052012). Foto: AgNewsGiulia e Flávia Alessandra no velório de Marcos Paulo. Foto: AgNewsRenata Sorrah passeia com a filha, Mariana, e o neto Miguel dias antes da morte do diretor. Foto: Foto Rio NewsAntônia Fontenelle se emociona ao falar de Marcos Paulo em seu velório. Foto: AgNewsAntônia Fontenelle disse que Marcos Paulo, com quem estava havia sete anos,  morreu em seus braços. Foto: AgNews

O imbróglio que se sucedeu após a morte de Marcos Paulo, que faleceu no dia 11 de novembro vítima de uma embolia pulmonar, parece que ganhará mais um capítulo.

Desde a morte do ator e diretor, as herdeiras – Vanessa, filha de Marcos do relacionamento com a modelo italiana Tina Serina, Mariana que nasceu do casamento com Renata Sorrah e Flávia Alessandra representando sua filha, Giulia, que é menor de idade – travaram uma verdadeira disputa judicial por não quererem dividir a herança com Antônia Fontenelle, companheira de Marcos há sete anos.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as últimas notícias dos famosos

Antônia, que não era casada no papel com Marcos Paulo, não fazia parte do testamento feito por ele já que o documento era anterior ao relacionamento com a atriz e produtora. Entretanto, em 2011, Marcos fez um documento que complementa o testamento onde fica claro que 60% de seus investimentos – dentro e fora do país – e também 60% do que está depositado em sua conta corrente ficam para sua companheira, Antônia Fontenelle. A decisão de Marcos aconteceu depois que Antônia assinou espontaneamente um documento abrindo mão de todos os bens do companheiro, gesto que o teria deixado comovido.

iG apurou que Antônia também ganhou de Marcos Paulo parte de um apartamento na ilha de Manhattan, em Nova York. O casal tinha planos de se mudar para o local e passar a viver seis meses na cidade norte-mericana e seis meses no Rio de Janeiro, onde mantinha residência. Um amigo de Marcos, que preferiu não se identificar, contou que o casal pretendia estudar inglês e cinema durante a temporada na cidade americana pois tinha um projeto de realizar uma coprodução Brasil – Estados Unidos através de contatos feitos por Antônia em Nova York e Los Angeles. Motivado pelo novo passo profissional, Marcos decidiu comprar o imóvel e colocou o apartamento no nome de Antônia e de Giulia, sua filha caçula.

Esse novo fato deve colocar fogo na briga entre as herdeiras. As filhas de Marcos Paulo já estariam insatisfeitas porque supostamente o valor contido nas contas do pai seria superior ao valor dos imóveis que irão receber.

Apesar de Flávia Alessandra – tutora de Giulia – ter negado publicamente que houvesse qualquer tipo de briga entre as herdeiras, consta no processo que por decisão das filhas Vanessa e Mariana, e também da atriz, as fechaduras do apartamento de Marcos Paulo no condomínio Golden Green, na Barra da Tijuca, foram trocadas antes mesmo da ordem judicial para tal procedimento ser expedida. Na ocasião, Antônia Fontenelle não estava no local e soube do ocorrido através da empregada da casa.

Outro motivo de impasse é a Gralhas Produções, produtora que Marcos Paulo abriu junto com Antônia. Marcos se preparava para começar a rodar um novo filme ao lado da companheira, “Sequestrados”, que seria feito pela produtora dos dois. Com a morte do ator e diretor as contas da empresa estão bloqueadas e Antônia estaria com dificuldades para continuar com o projeto. iG apurou que 50% do filme está pronto. “Sequestrados” seria a segunda parceria do casal, que já havia feito “Assalto Ao Banco Central”.

Apoio do sogro

Antônia conta com o apoio do sogro, Vicente Sesso, que após manifestar publicamente estar do lado da nora, procurou o 14º Tabelião de Notas, em São Paulo, e registrou em cartório uma carta pública em que afirma ser testemunha da vontade de Marcos em beneficiar a companheira. Veja a íntegra do documento.

Arquivo
Carta assinada por Vicente Sesso

O iG também teve acesso a um parecer emitido pelo Dr. Álvaro Villaça, advogado e autor da lei da União Estável. No documento, que foi anexado ao processo, Villaça se manifestou a favor de Antônia Fontenelle contrariando a tese defendida pelas filhas de Marcos Paulo de que o pai seria solteiro. Ele defende no documento que existe um direito sucessório de Antônia e, entre os argumentos a favor da atriz, Villaça apontou que nenhuma das circunstâncias do caso apontam que Marcos Paulo não estivesse capacitado para realizar validamente a declaração. E destaca, entre outras coisas, que o casal realizou parcerias e, inclusive, foram sócios em projetos profissionais, produções artísticas e produções cinematográficas, o que garantiria a Antônia participação decisiva no aumento do patrimônio do casal.

Nova herdeira

Para completar o imbróglio, veio a público que uma possível nova herdeira, uma professora chamada Michelle Santos, entrou com um processo de reconhecimento de paternidade para reivindicar sua parte na herança. Esta mesma mulher já havia procurado Marcos Paulo em vida, mas quando o ator propôs um exame de DNA ela teria desaparecido. Amigos, aliás, contam que ele pediu para ser cremado pois brincava que não gostaria de ser um Tim Maia (músico que teve o corpo exumado por conta de processos de reconhecimento de paternidade).

Procurada pelo iG, Antônia disse apenas que não tinha nada a declarar e não atendeu mais as ligações da reportagem. iG apurou que a atriz e produtora, de posse dos direitos de “Sequestrados” e do argumento do filme, está em negociações com um grande nome para assumir a direção do longa. No ar como a Marlene de Balacobaco, na Record, Antônia deve inaugurar no dia 1 de março – quando Marcos completaria 62 anos – o Centro de Acolhimento Marcos Paulo, que atenderá crianças com câncer. Trata-se da instituição AMICCA, Amigos da Infância com Câncer, da qual Marcos e Antônia eram padrinhos. O nome de Marcos já batiza um pequeno cinema doado por ele para o local.

Texto

notícias relacionadas