Atriz e apresentadora já realizou diversas homenagens a Rafael, morto em 2010

Pouco depois da morte do filho Rafael Mascarenhas em 2010, quando foi atropelado andando de skate em um túnel interditado no Rio de Janeiro, Cissa Guimarães declarou ao iG que passava pelo “momento mais infeliz da vida” . Porém, conforme afirmou, ela também se comprometeu com a felicidade, e os tributos que já prestou, tais como uma marcha, camisetas e uma pista de skate , ajudaram a diminuir a dor da perda.

Siga o iG Gente no Twitter

Nesta quinta-feira (9), Cissa anunciou no Twitter mais uma realização: uma homenagem feita pela prefeitura fluminense para perpetuar a lembrança do jovem. “O prefeito Eduardo Paes assinou hoje o decreto: o Túnel Acústico passa a se chamar Túnel Acústico Rafael Mascarenhas! Que a memória do que houve não se apague e nunca mais se repita! Muito, muito emocionada. Salve Rafael!”, escreveu, ao postar uma foto ao lado do filho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.