Cauã Reymond fala sobre Grazi e Sofia: "Saudade, muita saudade das meninas"

Ator conversou com o iG sobre a mulher e a filha, que estão em Natal para as gravações de "A Flor do Caribe" e contou os planos profissionais para 2013

Juliana Moraes , especial para o iG Gente | - Atualizada às

Cauã Reymond foi mestre de cerimônias do Praia Skol Endless Summer na noite desta terça-feira (11) na praia do Arpoador, no Rio de Janeiro. Foto: AgNewsCauã Reymond foi mestre de cerimônias do Praia Skol Endless Summer na noite desta terça-feira (11) na praia do Arpoador, no Rio de Janeiro. Foto: AgNewsCauã Reymond foi mestre de cerimônias do Praia Skol Endless Summer na noite desta terça-feira (11) na praia do Arpoador, no Rio de Janeiro. Foto: AgNewsCauã Reymond foi mestre de cerimônias do Praia Skol Endless Summer na noite desta terça-feira (11) na praia do Arpoador, no Rio de Janeiro. Foto: AgNewsCauã Reymond foi mestre de cerimônias do Praia Skol Endless Summer na noite desta terça-feira (11) na praia do Arpoador, no Rio de Janeiro. Foto: AgNewsCauã Reymond foi mestre de cerimônias do Praia Skol Endless Summer na noite desta terça-feira (11) na praia do Arpoador, no Rio de Janeiro. Foto: AgNewsCauã Reymond foi mestre de cerimônias do Praia Skol Endless Summer na noite desta terça-feira (11) na praia do Arpoador, no Rio de Janeiro. Foto: AgNewsCauã Reymond foi mestre de cerimônias do Praia Skol Endless Summer na noite desta terça-feira (11) na praia do Arpoador, no Rio de Janeiro. Foto: AgNewsCauã Reymond foi mestre de cerimônias do Praia Skol Endless Summer na noite desta terça-feira (11) na praia do Arpoador, no Rio de Janeiro. Foto: AgNews

Cauã Reymond foi o mestre de cerimônias da inauguração do Praia Skol Endless Summer na noite desta terça-feira (11) na praia do Arpoador, no Rio de Janeiro. O projeto, que tem aulas gratuitas de surf pelo País e é também um reality show em busca das melhores ondas no mundo, foi anunciado com show do músico americano Donavon Frankenreiter.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as últimas notícias dos famosos

Antes de subir ao palco rapidamente para anunciar a atração internacional, Cauã bateu um papo exclusivo com o iG, no qual falou sobre a ausência da filha Sofia, de seis meses, que está em Natal (RN) com a mãe, Grazi Massafera, por conta das gravações da novela "A Flor do Caribe".  "Saudade, muita saudade das meninas", comentou o ator

No entanto, a distância não incomoda o ator. "(São) muitos anos de casamento e é bom ter esse sentimento de saudade, ajuda a manter, dá aquela esquentada no casamento", falou ele. Cauã contou em quais praias já surfou, adiantou projetos profissionais e ainda comentou sobre futebol.

Confira a entrevista com Cauã Reymond:

iG: Você é um ator disputado para os eventos. Por que aceitou ser o mestre de cerimônias do projeto?
Cauã Reymond: Tenho muita afinidade com as pessoas que foram convidadas para esse evento e com o assunto, que é surf. Fico feliz por ser convidado, porque sou fã do Donavan há muitos anos. Fui no primeiro show dele, lá na Barra. Acaba sendo mais fácil quando é um evento que me identifico. Se bem que eu não tenho dificuldade nenhuma de ir a evento. Esses momentos, inclusive, considero um prazer, porque é um meio de contato com o público. Mas acho que o assunto é um agente facilitador, é aquilo que dá a liga.

iG: Você acha que é preferido para ser garoto-propaganda das marcas pela simpatia?
Cauã Reymond: Eu sou simpático, mas também tenho mau humor de vez em quando. (risos)

iG: Mas você nunca demonstra o mau humor. Tem alguma receita?
Cauã Reymond: Sou normal, não estou sempre sorrindo. Eu sou educado. Isso é o mínimo que eu posso fazer quando vou aos lugares. Não importa se sou contratado, ou só convidado, ou se estou na rua. O mínimo que eu posso fazer com o próximo é ser educado e tratar bem. Mas isso não tem a ver só com o trabalho. É a forma como eu lido com as pessoas, de como eu quero ser reconhecido. A pessoa, independente de ser famosa ou não, tem que ser educada. É básico do ser humano.

iG: Voltando ao surf. Você já pegou onda em muitos lugares diferentes?
Cauã Reymond: Já surfei em vários lugares legais... Peru, Costa Rica, El Salvador, Angola, Havaí, Montauk (Norte dos Estados Unidos), Fernando de Noronha... Esses lugares foram muito legais.

iG: Tem algum lugar que ainda não foi e tem vontade de ir surfar?
Cauã Reymond: Tenho muita vontade de ir pra Bali, na Indonésia. Mas a viagem para lá é muito longa. Precisa ter bastante tempo para fazer.

iG: Falando em viagem, como está a saudade da mulher e da filha? (Grazi Massafera e Sofia estão em Natal, pois a atriz está gravando cenas de sua próxima novela).

Cauã Reymond: Elas estão em Natal, fui lá visitá-las nesse fim de semana passado. Saudade, muita saudade das meninas. Elas ainda estão lá, fui e voltei por causa do início de um curso. Dá muita saudade mesmo delas. Mas fico muito feliz de ver a minha mulher trabalhando em um projeto tão bacana, voltando como protagonista da próxima novela das seis. O mais importante é ver o companheiro feliz.

iG: Mas você acha ruim sentir saudade?
Cauã Reymond: A saudade é boa também. Muitos anos de casamento e é bom ter esse sentimento de saudade, ajuda a manter, dá aquela esquentada no casamento.

iG: "Avenida Brasil" não para de ganhar prêmios. Você acha que o mérito é de quem pelo sucesso?
Cauã Reymond: Eu acho que o João Emanuel Carneiro é um dos nossos melhores diretores do momento. Ele é jovem, superousado, as novelas dele fazem sucesso com os homens também, não só com as mulheres. Mas ninguém tem noção do tamanho do sucesso, tanto que não existe uma fórmula para o sucesso. Acho que o João e todos os meus colegas da equipe técnica, da maquiagem, de todas as partes envolvidas, fizeram um trabalho brilhante, de altíssimo nível, que exigiu muito de todos.

iG: Depois de tanto sucesso em "Avenida Brasil", quais são os planos para 2013?
Cauã Reymond: Agora em 2013 não vou fazer novelas, vou me dedicar apenas aos filmes, então minha agenda vai ficar mais folgada.

iG: Vai descansar então?
Cauã Reymond: Eu nunca paro... (risos) Estou na produção do meu longa-metragem sobre a obra de Rodrigo de Souza Leão. E eu tenho provavelmente ainda dois longas para rodar no ano que vem.

iG: Já tem nome e o elenco do seu filme já foi escolhido?
Cauã Reymond: O filme chama-se "Azuis" e a gente deve rodar em 2014, com roteiro e direção de Felipe Bragança, um diretor jovem, muito talentoso e muito bom roteirista. Ainda não temos elenco definido, estamos fazendo o projeto de captação, a gente está indo a São Paulo para se reunir com as empresas e a gente já conseguiu alguns patrocínios e outros a gente está na esperança de que consiga.

iG: Você falou que voltou de Natal para fazer um curso. Que curso é esse?
Cauã Reymond: Eu estou produzindo um curso, junto com o Mário, meu sócio. É um curso de interpretação. Eu trouxe o Juan Carlos Corazza, que é um argentino radicado na Espanha, em Madrid. Ele é um grande professor de interpretação, que formou Javier Barden, Penélope Cruz, entre outros atores, e é coach, ainda trabalha com eles.

iG: A ideia de trazer o Juan foi sua?
Cauã Reymond: Eu trouxe ele. Estou fazendo e produzindo esse workshop que vai agora até  22 de dezembro. É ele quem escolhe os profissionais , é um número super seleto de atores. as pessoas se inscrevem, preenchem uma lista e ele seleciona. Não escolhi ninguém.

iG: Você interpretou um jogador de futebol na ficção. Gosta do esporte?
Cauã Reymond: Não sou profundo entendedor de futebol, mas é um assunto que adoro ler na internet pra relaxar. Comecei a ler sobre futebol por causa do meu irmão, eu não era muito ligado nisso.

iG: O futebol está com tudo. O Corinthians vai disputar o Mundial de Clubes da Fifa nesta semana. Vai torcer pelo Corinthians?
Cauã Reymond: Sou flamenguista de coração, mas vou torcer pelo Corinthians, lógico. É o Brasil no final do Mundial. Antes o título no nosso País, com qualquer time, do que na Inglaterra ou em outro lugar.

Leia tudo sobre: Cauã Reymond

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG