Ator dá depoimento ao iG sobre os 20 anos de morte da filha de Gloria Perez

Os 20 anos de morte da atriz Daniella Perez , filha de Gloria Perez , serão lembrados por amigos e fãs da autora em uma missa marcada para o próximo dia 28 de dezembro, na Igreja do Outeiro da Glória, no Rio de Janeiro, a partir das 18h.

Siga o Twitter do iG Gente e acompanhe as notícias dos famosos

Tarcísio Meira
AgNews
Tarcísio Meira

Em 1992, aos 22 anos, Daniella foi assassinada com 18 golpes de tesoura. Ela estava no ar na novela com autoria de sua mãe, "De Corpo e Alma", interpretando a personagem Yasmin. Os autores do crime foram Guilherme de Pádua , companheiro de cena, e sua mulher na época, Paula Thomaz .

Especial: Relembre o assassinato de Daniella Perez

Em uma homenagem especial do iG , vários atores que conviveram com Daniella dão seu depoimento sobre a atriz. Veja a declaração de Tarcísio Meira ao iG: 

“Na verdade o meu personagem transitava numa área diferente da dela, a minha história era muito separada. Ela era uma gracinha de pessoa, um amor de menina, um docinho. A gente ficou muito chocado não só por ser a Daniella, que era uma menina cheia de talento com um futuro muito bonito pela frente e que tinha tudo para vir a ser uma grande atriz, mas pela Gloria. Era filha da Gloria, então foi uma morte dupla, sabe? A Gloria estava tão próxima de nós por estar escrevendo a novela então foi um baque. Eu fiquei, todos nós ficamos, muito chocados porque somos pessoas do bem".

"Nunca houve e nem nunca se pensou que pudesse haver uma violência tão grande, uma coisa tão chocante bem no nosso meio. Somos pessoas amorosas, carinhosas, que trabalham com sensibilidade e, de repente, vem uma coisa dessa tão brutal. Muito maluca demais para entrar na nossa cabeça. Me lembro que fiquei um tempão com uma enxaqueca que não passava. Ficamos todos estupefados. Mesmo eu que não fazia parte da turma dela. Foi muito, muito, muito triste. Não dá para entrar na minha cabeça um negócio desses".

"Chegamos a falar com a Gloria uma semana depois e ela estava desolada coitada. Sofreu muito com isso. Ela batalhou tanto. Nós trabalhamos muito com a fantasia, com os sonhos. Então de repente aconteceu uma coisa dessas... E deveria ser uma fantasia, não é? Não podia ser real. Essas coisas só acontecem em novela, teatro e cinema".

"Daniella era um amor de menina, um docinho, lindinha e muito boa atriz. Tinha uma presença forte, personalidade, um olhar intenso. Ela ia ser, com certeza, uma estrela. É uma pena. E a Gloria, uma batalhadora, uma mulher exemplar. A luta dela foi exemplar. A maneira como ela encarou as coisas, como enfrentou a morte da filha, foi impressionante. É uma mulher louvável”.

Tarcísio Meira , que interpretava Diogo na novela, contracenava em outro núcleo. No entanto, como outros atores do elenco, ficou abalado com a morte da atriz.

Tarcísio Meira em 'De corpo e alma'
Reprodução
Tarcísio Meira em 'De corpo e alma'


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.