Ator dá depoimento exclusivo ao iG dias antes da missa de 20 anos da morte da filha de Gloria Perez

Amigos e fãs de Gloria Perez participam no próximo dia 28 de dezembro da missa de 20 anos da morte da atriz Daniella Perez , filha da autora. A celebração será realizada a partir das 18h na Igreja do Outeiro da Glória, no Rio de Janeiro.

Siga o Twitter do iG Gente e acompanhe as notícias dos famosos

Stênio Garcia
TV Globo/ Divulgação
Stênio Garcia

Em 1992, aos 22 anos, Daniella foi assassinada com 18 golpes de tesoura. Ela estava no ar na novela com autoria de sua mãe, "De Corpo e Alma", interpretando a personagem Yasmin. Os autores do crime foram Guilherme de Pádua , companheiro de cena, e sua mulher na época, Paula Thomaz

Especial: Relembre o assassinato de Daniella Perez

Em uma homenagem especial do iG , vários atores que conviveram com Daniella dão seu depoimento sobre a atriz. Veja a declaração de Stênio Garcia :

“Ela não foi só a minha filha em 'De Corpo e Alma'. No momento em que aconteceu aquela tragédia toda, como ela foi minha filha também em 'O Dono do Mundo' [de Gilberto Braga ], a gente estabeleceu uma relação de carinho muito grande, de pai mesmo. A gente quando é pai numa novela, apesar de serem personagens de ficção, já começa a estabelecer uma série de elos para que possa fluir na alma da gente o sentimento".

"A Daniella tinha praticamente a idade das minhas filhas Cássia e Gaya . Eu transferia todo esse sentimento que tinha por elas para a Daniella e ela também me aceitava como pai fictício. Tem também o fato de eu ter feito várias novelas da mãe dela. Fiquei meio como produto das criações da Glória, então me senti sempre muito familiar dela.

Em termos profissionais era uma atriz maravilhosa. Era meu segundo trabalho com ela nessa relação pai e filha, mas eu já tinha visto outros trabalhos da Daniella. Era uma atriz superdotada em termos de preparo, porque ela dançava e cantava muito bem. Era extraordinária bailarina. Uma atriz com um futuro fantástico. Realmente acho que foi uma perda não só para a Glória, mas para todos nós que nos relacionávamos com ela e como atriz em perspectiva num futuro cenário artístico brasileiro. Era linda, uma pessoa linda, não só fisicamente, mas de corpo e alma, lembrando um pouco o título da novela. Era uma pessoa transparente, muito amiga, realmente senti muito essa perda".

"A última cena que ela gravou foi comigo e com a Marilu Bueno que fazia a mãe dela. Já tive várias filhas. A Débora Falabella foi minha filha em 'Duas Caras', por exemplo. Mas ela é inesquecível. Tenho um cantinho guardado das minhas lembranças com ela”.

Stênio Garcia interpretou Domingos Bianchi, pai da personagem de Daniella em "De Corpo e Alma".

Stênio Garcia interpretou o pai de Daniella Perez em 'De Corpo em Alma'
Reprodução
Stênio Garcia interpretou o pai de Daniella Perez em 'De Corpo em Alma'

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.