Ator participa do “Fantástico”, na Globo, e fala sobre amizade e importância da atriz em seu tratamento contra o câncer

Reynaldo Gianecchini participou neste domingo (2) do “Fantástico”, na Globo, e falou sobre sua biografia, “Giane – Vida, Arte e Luta”, escrita pelo jornalista Guilherme Fiuza , que será lançada na terça-feira (4). ““Este livro conta a minha história desde a minha infância até os dias de hoje. Eu aceitei fazer porque eu fiquei bem curioso de ver contada a minha história de uma forma leve e divertida. A ideia também não é me colocar acima do bem e do mal. O livro mostra também os meus defeitos, as minhas inseguranças, os momentos de irritação, por exemplo. Não sou pintado como um cara super herói”, disse ele na abertura do quadro.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as últimas notícias dos famosos

Mas além de contar sobre a luta contra o câncer, o ator ainda revela que o livro conta a história de amizade dele com Claudia Raia , que ele considera muito importante em sua recuperação. “A Claudia ficava lá comigo. Eu ensaiava o texto do musical Cabaret com ela, e ela dançava e cantava pra mim. Era só ela chegar que minhas funções melhoravam”, brinca ele do clima em seu quarto.

Claudia se diverte da lembrança, mas diz que foi muito difícil quando ficou sabendo da doença de Gianecchini. “Eu fui uma das primeiras pessoas a saber, porque ele ia fazer o Cabaret, que é o espetáculo que a gente está em cartaz. Ele era o protagonista junto comigo. Ele me ligou e falou ‘Claudinha, eu tô no hospital, fica calma, eu tô bem, mas eu acho que eu tô com câncer’.Quase morri, quase caí dura”, lembra Claudia, que ainda faz uma declaração ao amigo. “Nossa amizade é pra sempre, além desta vida.”

Claudia e Reynaldo se conheceram na novela "Belíssima", em 2005, quando viveram um casal Pascoal e Safira. Atualmente a atriz interpreta a vilã Lívia em "Salve Jorge", e o ator o motorista Nando em "Guerra dos Sexos".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.