Morte de Marcos Paulo, aos 61 anos, surpreende: ele estava positivo e na ativa

Ator e diretor morreu às 21 horas deste domingo (11) em sua casa, no Rio de Janeiro. O velório e a cerimônia de cremação acontecem nesta segunda (12), a partir das 11 horas

iG São Paulo |

Morreu na noite deste domingo (11) Marcos Paulo , ator e diretor da Rede Globo, aos 61 anos. Ele estava em sua casa, no Rio de Janeiro, e sofreu uma embolia pulmonar. Em maio de 2011, o ator foi diagnosticado com câncer no esôfago . O velório e a cerimônia de cremação se realizarão no Memorial do Carmo, no Rio de Janeiro, a partir das 11 horas da manhã desta segunda (12).

A morte do diretor surpreendeu a todos. Na noite de sexta-feira (9), ao lado da mulher, Antônia Fontenelle , ele participou do encerramento do Amazonas Film Festival, em Manaus. Estava sorridente e bem disposto. Ele foi homenageado com um troféu e voltou de viagem na manhã deste domingo. Poucos dias atrás, depois de se submeter a uma batelada de exames na Clínica São José, o diretor declarou: " Câncer no esôfago em total remissão ."

Marcos Paulo falou ao iG em agosto do ano passado sobre as agruras do tratamento do câncer e negou que tivesse medo da morte. Ele contou que passou maus bocados ao finalizar o filme “Assalto ao Banco Central", no Chile, após seis semanas de químio e radioterapia. “Foi a pior semana que tive”, disse na ocasião. Sem abatimento, no entanto, o diretor tinha certeza de que estava totalmente curado. “Tive sorte de ter uma equipe médica muito boa e positiva. Então não consegui juntar esse momento à morte.“

VEJA TAMBÉM: FAMOSOS LAMENTAM MORTE DO AMIGO NAS REDES SOCIAIS


Com fama  de durão nos bastidores da emissora, o diretor paulista havia descoberto o câncer em estágio inicial, durante um check-up de rotina. Ele era casado com a atriz Antônia Fontenelle e pai de Vanessa , do relacionamento com a modelo italiana Tina Serina , e de Mariana e Giulia , dos casamentos com as atrizes Renata Sorrah e Flávia Alessandra .

Biografia 

Marcos Paulo nasceu em São Paulo, em 1º de março de 1951. É filho adotivo do ator, diretor, produtor e autor de TV Vicente Sesso . Por isso, desde muito cedo, tomou contato com o universo da televisão.

Aos cinco anos, começou a trabalhar com o pai, fazendo teatro infantil. Logo depois, iniciou sua carreira na televisão atuando em adaptações de peças infantis. Em 1967, fez sua primeira novela na TV Excelsior de São Paulo: O Morro dos Ventos Uivantes.

Marcos Paulo começou a trabalhar na TV Globo em 1970. Sua estreia foi na novela Pigmalião 70, de Vicente Sesso, ao lado de Sérgio Cardoso e de Tônia Carrero .

Em 1978, já consagrado como ator, Marcos Paulo passou cinco meses nos Estados Unidos fazendo um curso de direção na New School. Quando retornou ao Brasil, estreou como diretor na novela Dancin’ Days, de Gilberto Braga, ao lado de Dennis Carvalho e José Carlos Pieri . Os três assumiram a direção da novela a partir do capítulo 75, no lugar de Gonzaga Blota. Em 2006, fez sua última novela como ator, em Páginas da Vida, de Manoel Carlos.

Marcos Paulo dirigiu também as novelas Brilhante (1981), de Gilberto Braga; Roque Santeiro (1985), de Dias Gomes; Fera Ferida (1993) e A Indomada (1997), de Aguinaldo Silva; Salsa e Merengue (1996), de Miguel Falabella e Maria Carmem Barbosa; Meu Bem Querer (1998), de Ricardo Linhares; Força de um Desejo (1999), de Gilberto Braga; Porto dos Milagres(2001), de Aguinaldo Silva; e O Beijo do Vampiro (2002), de Antônio Calmon.

Em 1998, Marcos Paulo assumiu um dos núcleos de direção de programas da TV Globo. Sob sua responsabilidade, foram produzidas as novelas Meu Bem Querer (1998), Força de um Desejo (1999), Porto dos Milagres (2001), O Beijo do Vampiro(2002), Começar de Novo (2004) e Desejo Proibido (2007). Outros programas também produzidos pelo Núcleo Marcos Paulo foram Você Decide, Malhação, o especial de fim de ano Estação Globo e Os Caras de Pau.

Além de novelas e séries, Marcos Paulo também se aventurou pelo cinema. Em 2011, estreou como diretor com o filme “Assalto ao banco central”, sucesso de público com mais de 1 milhão de espectadores.

CONTINUE LENDO:

Marcos Paulo sobre o câncer: “Vou ganhar esta batalha"
Marcos Paulo em entrevista ao iG: "Abro mão de atores em função do caráter"

ABAIXO, A LISTA COMPLETA DOS TRABALHOS DE MARCOS PAULO

Ator – outros canais:
"O morro dos ventos uivantes" (1967), na TV Excelsior
"Ana, a professorinha" (1968), na TV Record
"Era preciso voltar" (1969), na TV Bandeirantes

Ator – TV Globo:
"Próxima atração" (1970)
"Minha doce namorada" (1971)
"O primeiro amor" (1971)
"Meu primeiro baile – Caso especial" (1972)
"Uma rosa com amor" (1972)
"Carinhoso" (1973)
"Fogo sobre terra" (1974)
"Gabriela" (1975)
"O grito" (1975)
"O casarão" (1976)
"Nina" (1977)
"Eu prometo" (1983)
"Corpo a corpo" (1984)
"Meu destino é pecar" "1984"
"Sinhá moça" (1986)
"Brega e chique" (1987)
"O primo Basílio" (1988)
"O salvador da pátria" (1989)
"Tieta" (1989)
"A, e, i, o... Urca" (1989)
"Meu bem, meu mal" (1990)
"Despedida de solteiro" (1992)
"Tereza Batista" (1992)
"Olho no olho" (1993)
"Quatro por quatro" (1994)
"Cara e coroa" (1995)
"Por amor" (1997)
"Começar de novo" (2004)
"Páginas da vida" (2006)

Diretor – TV Globo
"Dancin’ days" (1978)
"Brilhante" (1981)
"Roque Santeiro" (1985)
"Fera ferida" (1993)
"Salsa e merengue" (1996)
"A indomada" (1997)
"Meu bem querer" (1998)
"Força de um desejo" (1999)
"Porto dos milagres" (2001)
"O beijo do vampiro" (2002)
"Começar de novo" (2004)
"Desejo proibido" (2007)

Estreia como Diretor de cinema
"Assalto ao Banco Central" (2010)

Leia tudo sobre: Marcos Paulomorte

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG