O protagonista de “Salve Jorge” arrancou gritinhos da plateia nas três entradas que fez durante o desfile da TNG, no Fashion Rio

Rodrigo Lombardi foi o grande astro do desfile da grife TNG, última a se apresentar no primeiro dia de Fashion Rio, nesta quarta-feira (7). Meia hora antes do desfile Lombardi conversou com a imprensa numa breve coletiva no backstage. Ele posou para fotos ao lado de Paulo Ricardo – a banda RPM embalou o desfile da grife tocando sucessos dos anos 80 –, falou sobre moda, a novela das nove “Salve Jorge” em que interpreta o protagonista e a participação de Catarina Migliorini , a menina que leiloou a virgindade pela internet e que teve a presença cancelada no desfile da TNG por conta da má recepção do público.

“Meu pai, Ary, vendia roupa para a TNG então eu costumava ir ao escritório da marca apresentar a nossa coleção”, disse ele, que pediu para conhecer a passarela antes de bancar o modelo. “Para o ator a expectativa de um desfile é sempre assim: ‘Não cai’”, brincou.

Siga o iG Gente no Twitt er e receba as últimas notícias dos famosos

O protagonista de “Salve Jorge” disse que gosta de se vestir com qualidade. “Gosto de um bom tecido, de um bom corte, um sapato bacana, adoro usar terno. São heranças de papai, né?”, pontuou. Apesar de gostar de moda, Lombardi acredita que se preocupar em seguir tendências o tempo todo é um erro. “Acho que os homens deveriam se importar mais em gostar do que vestem. A sua indumentária é um pouco da sua personalidade. É bacana se respeitar, vestir o que gosta. ‘Ah, está se usando agora o cítrico tenho que usar’. Não, não tem. Você pode usar a sua camiseta branca que também é bacana”, afirmou.

Questionado se tem algo que não goste de ver sua esposa, Betty Baumgarten , usando, disparou: “Não. Eu é que uso muito coisa que ela não gosta”. O ator confessou que quando se mudou de São Paulo para o Rio de Janeiro Betty achava seu gosto... duvidoso. “Quando cheguei foi um choque cultural. Tinha umas roupas que eu colocava e ela falava: ‘Isso é meio gay’. Outras ela dizia: ‘Na mão parecia meio gay, mas no seu corpo até que não parece’. O paulista tem essa coisa diferente até com cores. Eu só gosto de branco, cinza e preto”, disse.

Veja também: Nanda Costa e Rodrigo Lombardi gravam cenas românticas na praia

Quanto a Catarina Migliorini, a jovem que leiloou a virgindade pela internet e que assistiu ao desfile da TNG na fila A, Lombardi disse saber do caso por alto. “O que eu posso falar? Ela leiloou o que é dela”, afirmou. O ator garantiu que, caso a grife não cancelasse a participação de Catarina, não veria problema algum em desfilar no mesmo evento que ela. “Não vejo porquê. É uma pessoa que botou um leilão numa coisa que é dela, ninguém tem nada com isso. Quem comprou que fique feliz”, disparou.

Perguntado sobre como é atuar com uma profissional que vive a primeira protagonista, Lombardi rasgou elogios a Nanda Costa : “É a primeira protagonista de um caminho óbvio. Era lógico que isso viria a acontecer com ela. Basta ver os trabalhos que a Nanda fez até agora. Ela é precoce, mas é tudo mais do que merecido. Ela é um fenômeno. Tem a predisposição de uma iniciante com a generosidade e a cumplicidade de uma pessoa com 50 anos de carreira. Isso é que é importante num artista”, afirmou.

Assista a participação de Rodrigo Lombardi no desfile da TNG:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.