Daniel foi o apaziguador de ânimos nos bastidores do reality show. Diretores da Globo palpitaram na escolha dos conselheiros

Tudo começou no palco, quando Ed Motta discordou de Lulu Santos a respeito de uma dupla de candidatos que se apresentava no The Voice Brasil, programa da TV Globo. O que foi ao ar no último domingo (21), no entanto, foi apenas um trecho editado do embate entre Lulu, que é técnico do programa, e Ed, conselheiro do grupo de Claudia Leitte . Além disso, a reportagem do iG  teve acesso à informação de que a discussão se prolongou pelos bastidores.

Após a apresentação de uma dupla de candidatos do grupo de Claudia Leitte , Lulu criticou sua performance, dando a entender que eles não foram bem orientados, já que não apresentaram entrosamento, mas sim uma disputa de vozes no dueto. “Essa briga de galo me incomodou. O excesso de grito, de agudo, de falta de espaço de um para o outro. Achei pouco generoso. Entre todas as duplas que cantaram aqui hoje, entre vocês não houve a menor integração”, disse Lulu.

Leia também:  Claudia Leitte, Lulu Santos, Carlinhos Brown e Daniel falam do The Voice Brasil

Paulo Loureiro (à direita) se apresentou com Breno. Dupla gerou discussão
Reproduçao TV Globo
Paulo Loureiro (à direita) se apresentou com Breno. Dupla gerou discussão

Ed defendeu, dizendo que a música brasileira precisa ser mais audaciosa. “Eu queria dizer uma coisa que é importante. Assim como jazz, essa música é, por excelência, música de competição. Isso é para um vir para cima do outro mesmo. E outra. Eu adoro o exagero. A música brasileira peca por não ter o exagero em hora nenhuma. É extremamente comportada. Eu acho extremamente brilhante este duelo que parece uma coisa jazzística, onde a gente coloca o máximo da voz deles”.

Lulu faz então uma tréplica. “Eu vou discordar do que você está colocando, porque mesmo no rock ou jazz, sempre teve isso da delicadeza de um deixar espaço para o outro”. Ed se calou. E Claudia decidiu permanecer com Breno  em seu grupo, eliminando o parceiro de batalha vocal, Paulo Loureiro .

A Central Globo de Comunicação (CGCOM) informa que "não houve desentendimento nos bastidores. A única divergência de opiniões foi vista no ar". Mas, segundo informação à qual a reportagem do iG teve acesso , Ed e Lulu não se cumprimentaram ao término da gravação que foi ao ar no último domingo. Quem esteve no estúdio garante que a discussão entre eles foi maior, durou alguns minutos, e não apenas aquele bate-boca que foi ao ar. "Eles levantaram o dedo. Foi discussão quente", disse a fonte. Apenas no dia seguinte, ainda no camarim, o clima foi quebrado. Daniel fez com que eles se cumprimentassem e mostrassem que tudo fazia parte da disputa musical.

É sabido entre os técnicos que Daniel tem o melhor grupo de músicos candidatos. A estratégia adotada por ele no começo do programa, quando houve a audição às cegas, foi ter parcimônia ao escolher quem defenderia. Lulu, Claudia e Carlinhos teriam ficado com candidatos mais fracos. Uma pessoa da produção, ouvida pela reportagem, conta que há um consenso nos bastidores de que a maioria dos candidatos é fraca, a ponto de os próprios técnicos ficarem desestimulados com algumas de suas escolhas. Daniel é o único que não tem reclamado do que tem ouvido nas audições durante as gravações.

Ed Motta entrou no programa como conselheiro de Claudia Leitte a pedido da própria cantora. Assim como aconteceu com Lulu Santos, que pediu Preta Gil para ser sua conselheira musical. Luiza Possi , auxiliar de Daniel, no entanto, teria sido imposição da própria TV Globo, que queria uma cantora “jovem e bonita” para a atração. Já Rogério Flausino é o conselheiro de Carlinhos Brown , outra decisão que não passou pelo baiano, mas por parte da direção do programa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.