Ator falou sobre o ataque cardíaco que sofreu nessa sexta-feira (28), a baixa audiência novela “Máscaras” e sua relação com a ex-sogra Glória Perez

Raul Gazolla teve seu terceiro infarto nessa sexta-feira (28). Nesta quarta-feira (3), o ator, que sofreu a primeira parada cardíaca em 2009 e a segunda em 2011, contou o que sentiu no momento. “Eu estava lutando jiu-jitsu, que sou faixa preta desde 2007, quando comecei a sentir uma dor no peito, um formigamento na mão e uma tontura bem característica do infarto. Como já é meu terceiro ataque, reconheci rápido e pedi para meus amigos me levarem para o hospital. Fui muito bem atendido e, graças a Deus, foi um infarto leve”, contou Raul, que hoje diz estar 100% recuperado do susto e está em cartaz com a peça "Pressão Alta", escrita por ele após seu primeiro acidente cardíaco.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as últimas notícias dos famosos

Raul disse não temer a morte. “Como a Hebe (Camargo) dizia, tenho pena e não medo. Tenho uma filha de dez anos, então é muito chato morrer agora. Eu gosto da vida, da minha família. Acho muito cedo morrer com 57”, disse ele.

Ele garante que o susto não o fará abandonar o esporte. “Vou fazer uma pausa com a luta por ordens médicas, já que tenho artérias muito frágeis e não posso elevar muito meu batimento cardíaco. Gosto muito de viver e vou cuidar um pouco de mim agora. Até brinquei com meus amigos que agora briga é só pelo Facebook.”

“Máscaras”

Durante a conversa, o ator comentou sobre as críticas de audiência da novela “Máscaras”, que registrou um dos menores números da dramaturgia da Rede Record e sobre sua participação na trama. “Foi superbacana fazer a novela. Nós tivemos alguns problemas de texto, de horários, mas para mim não importa o Ibope, e sim que nós todos trabalhamos com dignidade e demos o máximo de nós para um trabalho bem feito. Nosso trabalho é dar o nosso melhor. O sucesso é muito legal, mas o fracasso une todo mundo”, disse Raul sobre os amigos que fez na trama. Porém, completou: “Quero deixar claro que para mim a novela não foi um fracasso.”

Criticas públicas de Luiza Tomé

O ator ainda comentou sobre as críticas públicas feitas por Luiza Tomé no Twitter a respeito de sua personagem Geraldine e de Lauro Cezar Muniz , autor da novela. “A Luiza é uma querida, uma amiga. Ela tinha tomado umas taças a mais de vinho quando escreveu aquilo. Ela pediu desculpas depois, foi só um mal-entendido”, defendeu Raul sobre o escândalo que aconteceu no início de junho e que fez a atriz deixar a novela.

Peça após primeiro infarto

Sempre positivo, Raul diz que escreveu o espetáculo para se divertir. "A gente tem sempre que levar da melhor forma possível o que acontece com a gente. Eu escrevi a peça para mostrar o que eu passei, mas também para ser divertida", disse o ator, que segue este final de semana para São José dos Campos com a peça.

Gloria Perez, ex-sogra e amiga

O ator, que foi casado com Daniella Perez , filha de Gloria Perez assassinada em 1992, contou um pouco de sua relação com a autora que estreia sua próxima novela  na Globo, “Salve Jorge”. “Gloria é uma grande amiga. Ela chegou a me convidar para fazer “Salve Jorge”, mas infelizmente eu não pude aceitar por conta do meu contrato com a Record. Além de amigo dela, sou muito fã da pessoa e profissional que ela é. Ela não erra nunca, agrada a todos seus telespectadores muito bem. Somos amigos mesmo e minha filha até chama ela de avó”, revelou Raul.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.