Antônio Fagundes, Reynaldo Gianecchini e Marcelo Serrado falaram sobre a apresentadora durante o "Domingão do Faustão"

O programa "Domingão do Faustão" exibido neste domingo (30) fez uma homenagem à apresentadora Hebe Camargo , que faleceu nesse sábado (29) após sofrer uma parada cardíaca.

Siga o iG Gente no Twitter e receba notícias dos famosos em tempo real

"Hebe jamais será esquecida, por toda a sua história, sua ética, sua dignidade, além da naturalidade e sinceridade, suas marcas registradas", disse Faustão . Em seguida, um vídeo exibiu trechos das duas últimas participações da apresentadora na atração: a primeira, em 2010, para receber o prêmio Mário Lago das mãos de Antônio Fagundes . A segunda, em 2011, para entregar o mesmo prêmio à atriz Regina Duarte .

CONFIRA AQUI:  Ao coro de “Hebe, eu te amo”, apresentadora é enterrada em São Paulo

Depois dos aplausos calorosos da plateia, alguns famosos prestaram seus depoimentos. Confira o que cada um falou sobre a grande dama da televisão brasileira. 

Marcelo Serrado

"Quando ela foi entregar o prêmio Mário Lago para a Regina Duarte, todos se levantaram. Depois ela veio, conversou comigo, elogiou meu trabalho. Nunca vou me esquecer de como ela era uma pessoa que torcia pelos outros". 

Suzana Pires

"O selinho na Hebe durava dois ou três segundos, mas naquele momento ela trocava o amor dela com você. Não era apenas um selinho. Essa energia passava pra gente, que estava ali, e principalmente para o público". 

Reynaldo Gianecchini 

"Uma vez, ela me chamou para inaugurar uma capelinha na casa dela. Fiquei muito honrado e feliz com o convite. Ela movimentava uma energia muito grande no país. Não tem como não ser afetado por aquela força". 

Antônio Fagundes

"Nós gostaríamos de ter a Hebe por mais tempo ao nosso lado, mas durante décadas ela nos brindou com alegria, força e vontade de viver, então a única coisa honesta que podemos fazer, onde quer que ela esteja, é dizer obrigado, obrigado por tudo".

LEIA TAMBÉM:  Celso Portiolli se emociona em programa ao vivo: “não vou conseguir”

Faustão ainda relembrou seu último momento ao lado da apresentadora. "Há quinze, vinte dias, fui visitá-la no Albert Einstein. Ela se arrumou toda, estava doida para sair do hospital. Ficamos conversando e brincando. Mas ela estava sofrendo muito, foram três anos de sofrimento, e ela não combinava com nada disso, não combinava com hospital". 

Após a exibição de um vídeo com imagens de Hebe ao som de "É preciso saber viver", de Roberto Carlos , Faustão disse que "há alguém especial esperando por ela lá em cima", mostrando um telão com uma foto em que Hebe Camargo aparecia ao lado de sua melhor amiga, Nair Bello

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.