Sacerdote rezou missa para inaugurar capela na casa da apresentadora esta semana e diz que tornou cerimônia mais breve por entender o estado de saúde da amiga

Padre Marcelo Rossi chegou ao Palácio do Governo de São Paulo pouco antes das 8h deste domingo (30), hora em que iria iniciar uma missa em homenagem a Hebe Camargo . A apresentadora morreu na manhã deste sábado (29) após uma parada cardíaca . Padre Marcelo afirmou que a missa seria bem parecida com a celebrada na casa da apresentadora na segunda-feira (24), quando ela inaugurou em sua mansão no Morumbi, em São Paulo, uma capela em homenagem a Nossa senhora. “Tornei a missa mais breve, porque eu sabia que ela sentia dores e eu já passei três vezes por esse problema de saúde em minha família”, contou o padre, que atendeu o pedido da família para rezar uma nova missa dedicada à Nossa Senhora esta manhã, antes do enterro de Hebe Camargo.

Siga o Twitter do iG Gente e acompanhe todas as notícias dos famosos

Para acompanhar a cerimônia e se despedir de Hebe, também passaram pelo velório o maestro João Carlos Martis e Paulo Maluf . O músico vai reger uma orquestra à 17h deste domingo (30) em homenagem a uma criança que morreu e comparou a pequena à Hebe. “A Hebe sempre foi uma criança na vida com o sorriso dela. Ela foi muito forte para o pais. Estou totalmente de luto. Ela tinha muita força de vontade e foi companheira nos momentos difíceis”, disse o Maestro em lágrimas. Ele ainda contou que sua estreia com a música na TV foi ao lado de Hebe.

Assim como João Carlos Martis, Maluf caiu no choro ao falar da amiga. “Ela deixou um grande exemplo de coragem, dedicação e imparcialidade. Durante mais de cinquenta anos, sua voz pregava ética, amor e coragem para o Brasil”.

Após a missa que será rezada por Padre Marcelo, o corpo de Hebe será levado ao cemitério Gethsemani, no Morumbi, onde será enterrado ao lado de seus pais, Esther Magalhães Camargo e Segesfredo Monteiro Camargo .

Jair Rodrigues também aproveitou o início da manhã para se despedir da amiga. Ele, que fazia um show no interior de São Paulo, recebeu a notícia da morte de Hebe assim que chegou em casa e caiu em prantos. “Foi uma amizade muito bonita, estou até meio sem jeito de falar porque estou sofrendo com essa notícia. Ela era uma dama muito alegre”, comentou Jair. O músico conversou com Hebe há cerca de um mês e meio, quando ela estava internada para um tratamento de suporte de vitaminas. “Liguei para ela quando e percebi que ela sentia dores. Mas, de repente, ela ficava feliz e me chamava de cachorrão. Ela pediu para eu fazer um churrasco com caipinha para ela, mas infelizmente não deu tempo”, lamentou o músico, que ainda completou: “Ela nunca me deu um selinho, não sei o porquê”.

Pela manhã, Daniela Albuquerque e Amilcare Dallevo retornaram ao Palácio do Governo para acompanhar a missa de Padre Marcelo e deixaram mais algumas palavras de carinho pela amiga Hebe Camargo. Na noite de sábado (29), Amilcare ficou aborrecido com uma pergunta de alguns jornalistas sobre o clima de mal estar que poderia ter ficado entre eles quando Hebe assinou contrato com SBT . Nesta manhã, Daniela respondeu o questionamento, e disse que “a amizade sempre foi mais forte” do que o lado profissional. A apresentadora ainda definiu Hebe em poucas palavras: : “vida. Ela sempre estava levantando a taça, brindando a vida”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.