Cantora lamenta morte de Hebe Camargo, que ela considera um exemplo de amor ao próximo e de otimismo pela vida sem igual

A baiana Ivete Sangalo  estava bastante abalada quando desembarcou na noite deste sábado (29) no município de Ipojuca, em Pernambuco. O motivo da tristeza da sempre exuberante cantora era a morte da amiga Hebe Camargo . “Hoje é um dia especial, um anjo tá no céu olhando por nós. Quando penso em uma mulher, penso em Hebe Camargo, com aquele sorrisão e alegria que conquistou a todos nós e pra sempre a guardarei em meu coração. Hoje vou dedicar meu show a essa amiga guerreira", declarou a cantora. “Hebe é um exemplo de amor ao próximo e de um otimismo pela vida sem igual.”

Mas Ivete também não deixa a peteca cair. No palco, disfarçou a sua tristeza enquanto cantava para um público de aproximadamente 30 mil pessoas. O show entrou pela madrugada. No repertório, grandes sucessos, como “Desejo de amar”, “Eva”, “Aceleraê”. Mas como a expectativa para o lançamento do novo CD, “Real Fantasia” é grande, a baiana cantou duas músicas da nova safra: “No brilho desse olhar” e “Dançando” - onde cogita-se que a cantora colombiana Shakira fará uma participação especial.

Para demonstrar seu carinho por Pernambuco, ela prestou homenagem ao estado cantando frevos, a música “Garçom”, de Reginaldo Rossi , e fez covers de Gaby Amarantos  em “Ex may Love” e "Modinha para Gabriela", tema do remake global "Gabriela", onde faz o papel de Maria Machadão. Ivete contou como foi sua experiência de atuar na TV. "Passei a semana toda gravando a novela, pena que as gravações estão chegando ao fim. Gostei de brincar de ser atriz, espero que vocês também tenho gostado da Maria Machadão. Mas quero deixar bem claro que nunca deixarei de cantar, a novela foi só um passatempo prazeroso que farei sempre que surgir um convite, podendo conciliar com minha agenda de shows", finalizou Ivete.

Ivete comentou com o iG as indicações ao Grammy Latino (Ivete concorre pelos prêmios de gravação do ano, com a canção "Atrás da Porta", Álbum do Ano, Melhor Álbum de Música Popular Brasileira e Melhor Vídeo Musical Versão Longa, todas pelo especial Ivete, Gil e Caetano). “Só o fato de ter sido indicada ao Grammy Latino é uma alegria e satisfação sem tamanho de estar entre os melhores. Fiquei muito feliz pela indicação. Irei para a premiação e se eu não levar nenhum prêmio vou gritar que foi marmelada", brincou a baiana. “Mas só o fato de ter feito esse projeto musical com Gil e Caetano, duas pessoas de quem tenho uma admiração sem tamanho, pode ter certeza de que já me dou por satisfeita, esse foi meu maior prêmio”, celebrou Ivete.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.