Apresentadora da Record falou sobre as experiências com a mãe, Helô Pinheiro, e a atual preservação da imagem com a filha, Rafaella

Ticiane Pinheiro mostrou porque é a fã número um da mãe, Helô PinheiroTici esteve com a filha, Rafaella Justus, no lançamento de sua biografia, “A Eterna Garota de Ipanema”  e contou ao iG Gente momentos em que Helô foi inspiração não só para a música de Tom Jobim (1927-1994) e Vinícius de Moraes  (1913-1980), que completa 50 anos da canção "Garota de Ipanema". "Acho que Vinícius e Tom quando fizeram a música para a minha mãe parece que estavam enxergando a beleza interior dela porque ela é muito mais linda por dentro do que por fora. Não tem ninguem que não goste dela. É um grande ser humano", disse ela na noite desta sexta-feira, (28), na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo.  

Siga o iG Gente no Twitter e acompanhe todas as notícias sobre sua estrela favorita

A mulher de Robeto Justus , que assinou o prefácio do livro e não pode comparecer ao evento por conta de uma viajem a trabalho no exterior, falou da expectativa de interpretar a mãe no cinema. "Tem um projeto mas ainda não sei como está. Cinema no Brasil é mais devagar mas tenho esse sonho de realizar. A história da minha mãe já foi merecida ao ser contada neste livro e espero um dia poder fazer a Garota de Ipanema. Será uma honra ser a minha mãe", contou.

E, para fazer bonito, Tici está disposta a tudo. Como voltar ao tempo e se transformar na "moça do corpo dourado do sol de Ipanema", da década de sessenta: abandonar as madeixas loiras. "Claro que ficaria morena. Como atriz, ficaria até careca. Pintaria o cabelo de morena para fazer esse papel. Seria ótimo e uma homenagem a minha mãe", declarou.

Além do filme, Ticiane tambem não vê a hora de retomar a parceria com a mãe na TV. No início do ano as duas se reuniram pela primeira vez para apresentar o “Ser Mulher”, programa que vai ao ar diariamente no canal pago “Bem Simples”. "Está quase certo de fecharmos a segunda temporada. É uma delícia estar ao lado dela porque sempre aprendo com ela", disse a filha coruja.

A única coisa que a apresentadora não faria com - ou sem - a mãe, seria posar nua novamente. "Não. Meu marido me mata. Ele tanto que gostou que casou comigo mas agora sou a mulher dele e com certeza não dá pra fazer de novo não", contou. "Eu fiz porque precisava de dinheiro e porque fiz com minha mãe e sabia que não ia ficar uma coisa vulgar. Foi uma história bonita entre uma mãe e uma filha", falou Tici que tirou a roupa pela primeira vez para a revista “Playboy”, em 2003.

Filha de mãe famosa Tici vem se orgulhando com o que viveu e aprendeu com Helô. Agora é a vez de Tici estar conquistando seu próprio espaço. "Muita gente passou a me conhecer por ser filha da Garota de Ipanema ou por ser a mulher do Roberto Justus. Eu sempre tive uma bengala na minha vida", contou. "Comecei na estrada como apresentadora com sete anos. Agora as pessoas estão se acostumando comigo ainda mais este ano. Tenho o quadro "Top Model" (versão da Record de “Brazil’s Next Top Model”) junto com a Ana, aos domingos, o "Programa da Tarde", onde já substitui ela na bancada quando esteve ausente, o quadro de moda, "Babado Fashion", e o "Tici em Família", que também fazem parte do programa", contou. 

"Tudo está sendo ótimo mas apresentar foi uma experiência muito legal para mim porque foi ao vivo, totalmente diferente de tudo o que já fiz e consegui segurar a onda", orgulha-se ela que em dezembro renovará o contrato com a emissora por mais dois anos. "Esse é o meu projeto", respondeu ela descartando a possibilidade de ganhar um programa próprio.

Igual a sua mãe, que se tornou ícone de beleza ao ser a precursora do biquini, Tici vem tendo seu momento de tendência. Recentemente ela foi apontada como inspiração das periguetes. "Eu adorei. Saiu na (revista) "Vejinha São Paulo" que elas gostam que eu coloque vestido curto, justo e caro. Realmente é isso e gosto. Eu levei como uma brincadeira, uma coisa gostosa, vi por um lado bom. Tem várias periguetes e essas que gostam de se vestir mais safadinhas, eu gosto", falou.

Já sobre a filha seguir os passos da fama da mãe e da avó, Tici prefere ir devagar. "Tem gente que faz críticas porque exponho demais a minha filha. Eu acabei ficando meio preocupada. Exponho porque é muito amor. Tiro fotos da minha filha e publico (nas redes sociais) como qualquer mãe. É normal e não penso que vai sair em site essas coisas. Mas, comecei a preservá-la por causa dos outros que falam, mas por mim...eu desfilava desde pequena. Agora penso, será que eu estou errada?", encerrou.




    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.