Atriz estreia a peça “Razões Para Ser Bonita”, em São Paulo, e diz como lida com a vaidade

A estreia de Ingrid Guimarães  com a peça “Razões Para Ser Bonita”, do dramaturgo americano Neil LaBute , na noite desta quinta-feira (20) no teatro Vivo, em São Paulo, foi especial de diversas maneiras para a atriz. Primeiro por se tratar do primeiro espetáculo que ela encena após uma década em cartaz com “Cócegas”, escrito por ela e Heloísa Perissé , e também por atuar ao lado do primo – por parte de mãe -, Marcelo Faria .

Siga o iG Gente no Twitter e receba notícias dos famosos em tempo real

“Estava muito nervosa porque não estreava há muitos anos na minha vida, para mim foi como se eu tivesse voltado a aquele iniciozinho de carreira. Foi uma emoção gostosa. E estrear ao lado do meu primo também, a gente começou junto na infância fazendo teatrinhos nos natais da família. E a primeira peça profissional que estreei foi com ele, então, foi emocionante. E ainda falar um texto que não é meu, estava acostumada a fazer coisas minhas (risos)”, disse, em entrevista ao iG Gente .

LEIA MAIS:  Ingrid Guimarães: "A maternidade me salvou, eu era muito workaholic"

Apesar de cômica, a peça também mostra um lado mais dramático de Ingrid. “A gente quer fazer tudo, mas as pessoas chamam a gente para fazer uma coisa só. Sempre que me perguntavam se eu faria drama, eu falava que se não me chamassem, eu produziria. E foi o que eu fiz, produzi!” explicou.

Melhor Aos 40

Como o nome sugere, o tema principal desse novo espetáculo de Ingrid Guimarães é a beleza. A atriz falou como trata o assunto. “Os 40 anos me libertaram. Hoje lido da melhor maneira possível com a beleza. Exatamente por isso, hoje eu dou a importância que ela tem que ter. Olho para trás e penso ‘que bobagem, porque pensei tanto nisso’”, contou.

Segundo Ingrid, o nascimento da filha Clara , agora com 2 anos, também a fez ver as coisas de outra maneira. “Você olha e fala ‘ o que é mais importante? Ficar fazendo coisas ‘na cara’ ou brincar com a minha filha”, comentou. “Hoje estou muito melhor do que eu era aos 20 anos”, completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.