Atriz está no elenco de “Sessão de Terapia”, que estreia dia 1º de outubro no GNT, e em entrevista exclusiva ao iG Gente falou deste trabalho, dirigido por Selton Mello

Maria Fernanda Cândido roubou a cena na noite desta segunda-feira (17) ao chegar à festa de confraternização da série “Sessão de Terapia”, do GNT, - que estreia em 1º de outubro -, em São Paulo. A atriz vestia um longo branco e mostrou que não precisa carregar na maquiagem para ficar bonita. Ao ser elogiada por estar sempre impecável, ela foi modesta. “Mas eu também fico descabelada. Mas que bom que vocês têm essa imagem de mim, porque a descabelada vocês não iriam gostar muito”, brincou.

Siga o Twitter do iG Gente e acompanhe todas as notícias dos famosos

Em entrevista exclusiva ao iG Gente , Maria Fernanda falou de sua personagem neste novo projeto. “Júlia é uma médica anestesista, ela tem 35 anos, é uma mulher que aparentemente tem uma vida ótima, é bem sucedida, tem o namorado que ama, é bonita. Mas tem alguma coisa ali que não está legal. E ao longo da série a gente vai conseguir entender melhor o que está acontecendo”, contou a atriz, que disse ser bem diferente de seu papel.

“É um trabalho muito bonito, porque é muita sensibilidade, os personagens têm muita profundidade. A pessoa vai poder entender ou conhecer melhor o que é um processo terapêutico. As pessoas também vão poder se identificar, acompanhar os personagens”, completou a atriz. O trabalho de Maria Fernanda em “Sessão de Terapia” foi tão intenso, que acabou influenciando sua vida pessoal. “Já fiz terapia e agora, depois da série, decidi voltar”, revelou.

Direção de Selton Melo

Maria Fernanda Cândido foi só elogios ao diretor de “Sessão de Terapia”, o também ator Selton Mello . “Foi maravilhoso trabalhar com ele. Ele é incrível, além de um excelente ator, que a gente já sabe, ele é um excelente diretor, muito sensível, muito meticuloso, bastante exigente e muito seguro do que ele quer. Então, foi muito bacana”, comentou.

A atriz, que ultimamente só tem encarado papéis marcantes na dramaturgia, afirmou fazer só o que realmente gosta. “Escolho personagens e os projetos em que acredito, que eu imagino que possam contribuir de alguma maneira para a vida, para as pessoas, para o mundo. Esses são meus critérios. E eu até hoje tenho sido bem feliz nessas escolhas”, declarou.

Saia Justa

Além da série, os telespectadores do GNT podem ver Maria Fernanda Cândido no programa “Saia Justa”. “É um grande desafio para mim, um programa muito ágil, muito vivo, porque ele acontece ali, não tem ensaio, roteiro. É um exercício que tem sido maravilhoso para mim”, relatou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.