Em entrevista ao iG Gente, ator falou ainda da amizade com os filhos e de seu personagem Max, em “Avenida Brasil”: “Era para ele ter morrido no capítulo 120”

Marcello Novaes e o filho mais novo, Pedro , de 15 anos, de seu casamento com Letícia Spiller , mostraram que são muito companheiros no Fashion Weekend Kids, evento de moda em São Paulo, neste domingo (16). Os dois subiram juntos na passarela e fizeram poses combinadas, divertindo o público presente, e trocaram carinhos.

Siga o iG Gente no Twitter e receba notícias doa famosos em tempo real

“Eu sou muito amigo dos meus filhos (Marcello também é pai de Diogo , de 17 anos, de seu primeiro casamento, com Scheila Beta ). Eles moram mais comigo do que com as mães agora. Mas é normal, principalmente por eles serem meninos e eu estar solteiro na minha casa. Eles têm irmãs mais novas e criança pequena dá mais trabalho. Então, automaticamente já era previsto eles ficarem um pouco mais comigo agora”, contou o ator em entrevista ao iG Gente nos bastidores do desfile.

MAIS:  Max x Marcello Novaes: Compare o ator com o personagem

Marcello tem uma ligação tão forte com os filhos que Pedro até deve seguir a mesma carreira que ele, segundo o próprio ator. Porém, não agora. O garoto passou em um teste para “ Malhação ”, mas o pai achou que ainda não era o momento de ele entrar no mundo artístico. “Acho que é prematuro o Pedro entrar no estúdio e ficar nove horas trabalhando, sem fazer esporte também e ainda indo à escola. Se eu puder segurar, vou fazer isso até ele completar o segundo grau. Aí, depois disso tudo bem”, explicou.

Marcello Novaes mostra cumplicidade com o filho mais novo, Pedro, durante desfile
Manuela Scarpa/Foto Rio News
Marcello Novaes mostra cumplicidade com o filho mais novo, Pedro, durante desfile

Há Quase Seis Anos Solteiro

Aos 50 anos e há cinco solteiro – ele ‘completa’ seis anos sozinho em dezembro - como o ator mesmo assumiu (apesar de ter tido um affair com a ex-BBB Fani, em 2007), Marcello Novaes falou que se acostumou em ser feliz sozinho. “Normal, acho que em mim, como em todo mundo, bate uma carência às vezes, a gente quer ter alguém, uma companhia. Mas eu me acostumei, acostumei a me recuperar, a me levantar, acho que a gente pode ser feliz também sem um grande amor. Um amor é bom, mas se não tiver também dá para ser feliz”, declarou.

VEJA: Marcello Novaes e Carol Abras gravam cenas de beijo na praia

Max, o Papel Mais Importante da Carreira

Marcello Novaes considera Maxwell, seu personagem em “ Avenida Brasil ”, o mais importante de sua carreira, junto com Raí, que interpretou em “Quatro por Quatro” há 18 anos. “Raí foi o primeiro protagonista, nunca vou esquecer, e Max é o primeiro vilão. E também por ser uma novela das nove tem um peso maior”, disse.

LEIA TAMBÉM: Marcello Novaes sobre Max: “É um vilão querido por mim e pelo povo”

O ator revelou que já era para seu papel ter morrido há muito tempo na trama, mas acabou crescendo na história, e que não sabe mais se isso irá acontecer. “Desde o começo ele era um bom personagem, mas acho que ele acabou, junto com a trama ao seu redor, tomando uma proporção maior. Nos planos iniciais de João Emanuel Carneiro (diretor) era para ele ter morrido no capítulo 120. Depois ele ia morrer no capítulo 140, 150 e até agora nada. Já estou recebendo o capítulo 162 e estou dentro ainda!”, comemorou.

Interpretando um vilão sem muitos escrúpulos e extremamente manipulável por sua companheira, Carminha ( Adriana Esteves ), Marcello contou que entende o jeito do seu personagem. “Ele foi criado por Nilo ( José de Abreu ) daquela forma grotesca, sem base, sem estrutura nenhuma. Eu passei a entender, inclusive, porque existem alguns ‘Maxs’ na vida, basta você não ter uma boa criação, uma boa educação, para você se tornar um. Porque ninguém nasce ruim ou bom”, concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.