Atriz, que foi casada por 10 anos com Ciro Gomes, também falou sobre sua visão política ao "Fantástico": "hoje em dia eu talvez não me permita certas ingenuidades"

Patrícia Pillar volta às telinhas na segunda-feira (10) como a vilã Constância Assunção de “Lado a Lado”, nova novela da Globo, após quatro anos de sua última atuação, a também vilã Flora, de “A Favorita”.

Siga o iG Gente no Twitter e receba notícias dos famosos

Em conversa com o “Fantástico” deste domingo (09), a atriz falou sobre diversos assuntos, tais como: maternidade, retorno às novelas, cobranças sofridas por mulheres, política, entre outros assuntos.

Confira abaixo os melhores trechos da entrevista feita por Renata Ceribelli na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio.

Cobranças sofridas por mulheres:

“Só se fala nisso. Só se fala em magreza, em idade, em plástica. Isso cansa. Isso é muito chato. Nada mais objeto do que isso. Você tem que obedecer um padrão. Você não pode engordar, você não pode envelhecer. Isso eu acho muito chato, muito limitador no que é ser uma mulher. Talvez, uma luta inglória. A gente vai envelhecer, normal”

Medo de envelhecer:

“Tenho medo de perder saúde, de perder as funções, de poder ir e vir. Essas coisas realmente a idade limita, a gente via perder, são perdas que a gente vai tendo durante a vida”

Desejo de ser mãe:

“Procuro levar minha vida de maneira muito sóbria. De ter uma vida particular. Eu tive vontade de ser mãe. Não era uma necessidade louca, mas eu tive o desejo, e não pude ter. Acho que eu já superei”. A atriz falou sobre o desejo de maternidade depois de Renata lembrar sobre o câncer de mama pelo qual Patrícia passou há onze anos.

Visão sobre política:

“Acho que hoje em dia eu talvez não me permita certas ingenuidades. Por exemplo, acreditar em tudo que eu leio, em tudo que eu vejo”, disse Patrícia após Renata comentar sobre o ex-marido da atriz, Ciro Gomes, com quem ficou junto por 10 anos e pôde conhecer o interior do mundo político.

Papel em “Lado a Lado”:

“É uma mulher como muitas que gente vê hoje, fútil. Superficial, só pensa nela, egoísta, vaidosa. Que é capaz de qualquer coisa para manter o seu status, para manter o que ela perdeu. Ter de volta o que ela perdeu”

Flora x Constância:

“São muito diferentes, são de enfermarias bem diferentes. A Flora era uma doente”

Momento mais marcante na carreira:

“A festa do Oscar foi muito interessante. Foi com o ‘Quatrilho’. Chegar lá e a primeira pessoa que eu vi foi o Anthony Hopkins. Brad Pitt”, falou ela, que se declarou tiete. “Anthony Hopkins, quando eu olhei, foi a primeira pessoa, saltei da Limousine e vi o Anthony Hopkins”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.