Apresentador do “Ídolos Kids” fala sobre como ser pai o ajudou no novo trabalho e diz que quer dar um irmãzinho a Noah

A partir do dia 5 de setembro, Cássio Reis vai estrear nas telinhas com o programa “Ídolos Kids”. O apresentador vai comandar o reality infantil, que vai escolher um novo ídolo mirim da música. Emotivo, o apresentador diz ter se emocionado durante as audições com a criançada, que aconteceram em São Paulo. “Sou muito manteiga derretida. Esse é um exercício muito forte e grande que eu faço. Fico do lado de fora, levo a criança até a porta e depois recebo. É muita emoção. O ‘’ é emocionante, o ‘não’ é triste mas é emocionante também. Tem criança que sai tranquila, aí eu tenho que lidar com os pais. Procurei não me emocionar visivelmente, mas por dentro o coração batia forte”, contou o apresentador.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as últimas notícias dos famosos

Cássio comentou ainda que, apesar de triste, o ‘não’ recebido no programa não pode ser recebido como um trauma. “Quantos ‘nãos’ você tomou? Quantos ‘nãos’ eu tomei na minha vida? Até hoje a gente toma muitos ‘nãos.’ Pode ser o primeiro, mas é a forma que ela tem de aprender. Não valorize muito o ‘não’. Aproveite esse ‘não’ para que você seja uma pessoa melhor, um cantor melhor, ouça o que os jurados falem. Na minha carreira, todos os ‘nãos’ que tomei foram positivos”, explicou.

O ator ainda falou sobre a importância que ser pai teve em seu novo trabalho. “Meu filho é minha fonte de inspiração diária. Ser pai é meu melhor trabalho. Se eu não usasse essa fonte de inspiração e meu melhor trabalho, talvez não tivesse sido nem escalado para estar aqui”.

Questionado se esse envolvimento com as crianças ao lado da atração não dá lhe dá vontade de ser pai novamente, ele não hesita: “Tenho vontade, mas primeiro tenho que arrumar uma mulher, né?”, dispara Cássio, que está solteiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.