O intérprete do jogador de futebol Iran, de "Avenida Brasil", aproveitou a noite desse domingo (26) para curtir o show da banda americana Maroon 5

No ar em “Avenida Brasil”, Bruno Gissoni aproveitou a noite de folga desse domingo (26) para curtir o show da banda americana Maroon 5 em São Paulo. O ator falou para o iG sobre a reta final da novela e disse que já sente saudade do elenco.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as últimas notícias dos famosos

“Já estou ficando com saudade da novela. O elenco é maravilhoso, fiz grandes amigos. Estou aprendendo todo dia, cada dia mais. Com um elenco assim você não vai pro trabalho, vai pra faculdade. Todo dia aprende uma coisa”, comentou.

Bruno elogiou o autor, João Emanuel Carneiro , sobre a qualidade dos textos e ainda comentou sobre a amizade criada com os colegas de cena. “A Fabiula Nascimento virou uma irmã. Quando a gente entra em cena fica muito à vontade”, falou o ator, que está impressionado com o desempenho de um ator em especial na trama. “O Juliano Cazarré tá fazendo um Adauto incrível. Poderia falar do elenco inteiro, mas estou me inspirando mais nele”, contou.

O ator aproveitou o bate-papo para defender seu personagem, o jogador de futebol Iran, que se apaixona por Débora ( Nathalia Dill ), ex-namorada – e eterno rolo – do seu melhor amigo, o Jorginho ( Cauã Reymond ). “O Iran é uma questão delicada, mas fura-olho é uma coisa muito feia”, brincou o ator. “Só que ele está apaixonado. Nunca se apaixonou na vida, sempre foi superficial com as mulheres e se apaixonou perdidamente pela Débora e, como tá virando homem agora, não soube lidar com a situação e acabou atropelando uma amizade. Mas o Jorginho soube entender, até porque ele nunca tratou bem a Débora”, concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.