Jornalista prestigiou o filho mais novo, Theodoro Cochrane, no teatro e falou de sua próxima peça, do namorado e de sua relação com a imprensa

Marília Gabriela foi prestigiar o filho mais novo, Theodoro Cochrane , na estreia da peça “Chá Com Limão” na noite desta quarta-feira (15) no teatro GEO, em São Paulo. Em entrevista ao iG Gente , como uma boa mãe coruja, a jornalista brincou quando questionada se aprovou o espetáculo. “Meu filho está aprovado desde o seu nascimento (risos). Mas ele está muito bem, ele fez dois trabalhos maravilhosos, o cenário e a sua atuação. A peça é muito divertida e esse é o tipo de espetáculo que com o tempo só fica melhor e melhor. É muito engraçado, gostei muito”, elogiou.

Siga o iG Gente no Twitter e receba notícias dos famosos em tempo real

Ela ainda garantiu que não influenciou o filho na escolha da carreira, pelo fato de já ter atuado em novelas e minisséries da Globo. “Eu vim depois dele, porque morri de inveja. Theodoro sempre foi atrás disso, desde a adolescência. Foi ele mesmo que escolheu ser ator”, afirmou.

Marília Gabriela também explicou a ausência do namorado, o executivo italiano Riccardo de Angelis . “Ele está na Itália e volta nos primeiros dias de setembro. Estou aqui no meio de amigos”, disse.

Marília Gabriela e o filho, Theodoro Cochrane
Celso Akin/Foto Rio News
Marília Gabriela e o filho, Theodoro Cochrane

CONFIRA: Marília Gabriela e novo namorado namoram muito durante show

Atrás de Patrocínio

Marília Gabriela já tem planos para voltar aos palcos, porém, ainda sem data prevista. A jornalista contou que está com os direitos autorais da peça "A Guerra dos Roses", que será dirigida por Jô Soares , mas que ainda não conseguiu captar patrocínios. “A coisa só funciona assim, ficou inviável fazer teatro sem patrocínio. Então, eu estou entrando na lei e esperando conseguir que ela saia rápido, para, quem sabe, eu conseguir montar no começo do ano que vem”, contou.

LEIA TAMBÉM:  Marília Gabriela: "Minha nora não precisa de mim para conseguir emprego"

Segundo ela, hoje em dia é muito difícil lucrar com o teatro. “Meu último espetáculo, 'Aquela Mulher', eu era a produtora e fiz sem patrocinador. Paguei todo mundo direitinho, desde o camareiro ao sonoplasta. Mas eu não ganhei um tostão. Fiz por amor. Hoje para você ganhar dinheiro com teatro tem gente que sabe como, eu ainda não”, relatou.

Multifacetada

Jornalista, atriz, diretora, produtora. Marília Gabriela atuou em diversas áreas diferentes e revelou como faz para administrar tudo isso. “Eu sou uma pessoa atormentada, bastante neurótica (risos). Se eu não estou em atividade absoluta, eu tenho tendência a ficar muito deprimida, não muito, mas fico achando que a vida não vale a pena, que é um tédio. Não é que eu me ocupe para não ser assim. Todo mundo tem um nível ótimo, o meu nível ótimo é muito ocupado, senão eu fico tediosa. E é por isso que eu arrumo tempo para fazer tudo”, declarou.

VEJA AINDA: Gianecchini beija Marília Gabriela e se declara: "Te amo"

Malcriada

Com muito bom humor, Marília Gabriela também falou sobre o fato de muitas vezes os jornalistas ficarem apreensivos ao entrevistá-la “É que eu sou malcriada (risos). Sou grande e malcriada. E, às vezes, estou em uma fase de tolerância zero e sou chata e complicada. Então, acho que algumas pessoas, alguns profissionais já devem ter me visto desse jeito e ter achado que sou assim o tempo todo. E eu não sou. De vez em quando eu fico. Acho que é só por isso”, respondeu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.