Ela participou de desfile em São Paulo e falou em entrevista ao iG Gente sobre fama e limites no trabalho

Babi Rossi subiu na passarela na tarde desta quarta-feira (1) pela marca Jotatreis, no Mega Polo Moda, em São Paulo. Muito assediada pelo público após o desfile, a panicat falou como tem lidado com a fama. “Eu não acho que sou, assim, famosa, mas é legal ter esse carinho do público, é o reconhecimento do meu trabalho e é muito importante. Fico muito feliz. Querendo ou não, quem está na mídia, quer mídia, quer ter esse reconhecimento das pessoas. Gosto disso, desse carinho e tento sempre dar atenção aos fãs”, disse ela, em entrevista ao iG Gente .

Siga o iG Gente no Twitter e receba notícia dos famosos em tempo real

Com os cabelos crescendo, depois de ter que raspá-los ao vivo no “Pânico na Band” , Babi contou que não se arrepende do feito e não conseguiu pensar em algo que não faria pelo programa. “Eu já fui ao limite. Desde o início eu sabia como era o ‘Pânico’. Eu estou ali para arriscar, fazer as coisas. Dependendo do que for, eu faço, eles não obrigam a nada, mas eu visto a camisa mesmo, em todo trabalho tem que ser assim”, opinou.

Babi falou também que não há planos dela ter um quadro próprio na atração, apesar de ser a panicat com mais destaque atualmente. “Eles dão oportunidades para gente, temos que agarrar, nos entregar. Panicat é um nome forte, tudo é uma experiência e eu estou me arriscando em muito coisa. Está sendo muito bom”, concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.