Ator falou da experiência do quadro do "Domingão do Faustão" e da nova peça ao lado de Maurício Meirelles, integrante do CQC, da Band

Até agora o último eliminado do quadro "Dança dos Famosos", do "Domingão do Faustão", Júlio Rocha  não concordou com a decisão dos jurados da atração em relação a sua eliminação. "Me senti injustiçado o tempo todo. As pessoas, minha família e amigos falavam sempre isso pra mim e que não querem mais assistir o programa e que nem acreditam nele", disse ele durante a inauguração da loja Femminista, na noite desta quinta-feira, (26), em São Paulo.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as últimas notícias dos famosos

Mesmo assim Júlio não se arrependeu de ter participado do programa. "Aquilo é um jogo, uma brincadeira e fico muito contente porque eu consegui não sair chateado, decepcionado ou frustrado. Eu consegui entender e percebi a importância do momento que eu tive la", disse. "Foi uma experiência que me enriqueceu muito como artista e pessoa. Me deixou mais versátil", completou ele que nunca havia dançado "profissionalmente" e que já procura aulas de dança para dar continuidade ao que já aprendeu.

Para Júlio o estilo de dança mais difícil, desde a fase dos ensaios até o dia da apresentação, foi o bolero. "Ele exige muita concentração nos passos. É tudo bem medido", falou. "Mas o que eu mais me surpreendi foi no primeiro, o baladão, nem pensei que eu ia fazer o que eu fiz", disse ele, aos risos. Júlio ainda revelou ter se saído melhor com o ritmo que o fez sair fora da competição. "Engraçado né? O rock foi o que eu mais gostei e achei que me dei melhor", contou.   

Com a final da "Dança" se aproximando, Julio não tem uma dupla vencedora. "É difícil. O mais bacana dali é que cada um com suas próprias limitações está desempenhando um trabalho fabuloso com algo tão difícil que é a dança em circunstâncias extremas porque você tem pouco tempo com coisas complexas e ainda se apresenta para um monte de gente e é julgado", disse. "Talvez eu usaria um dos critérios que os jurados usam, que é o de conhecer alguem ou a obra da pessoa. Se fosse esse critério, eu escolheria a Bárbara (Paz), que é uma amiga, atriz fantástica com quem eu ja trabalhei em duas peças no teatro".

Sobre projetos profissionais, Júlio já tem dois engatados: “"Estrelando Você" é um texto que escrevi com o  Maurício Meirelles , do (CQC), que é uma comédia em que vou cantar e dançar e tem um musical que homenageia uma cidade mas não posso falar ainda”, explicou ele que ainda fez mistério sobre o seu atual estado civil: "Estou bem realizado e feliz".



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.