Cantora foi acusada por agir de má fé para mudar a data de lançamento da boneca

Lady Gaga foi acusada de adiar o lançamento de sua boneca por má fé
Twitter/Reprodução
Lady Gaga foi acusada de adiar o lançamento de sua boneca por má fé

Lady Gaga está sendo processada em R$ 20, 3 milhões (US$ 10 milhões) por um fabricante de brinquedos. De acordo com informações do “New York Daily News”, a MGA Entertainment acusa a cantora de pedir mudanças de última hora na boneca, o que provocaria atraso na chegada do produto às lojas e, com isso, prejuízo financeiro.

Siga o iG Gente no Twitter e receba notícias dos famosos em tempo real

A previsão de lançamento da empresa para o produto era para antes do Natal de 2012. No entanto, os fabricantes alegam que a equipe de Lady Gaga pediu a retirada de um chip de voz da boneca em cima da hora. Segundo eles, a ação foi de má fé, para que o lançamento do brinquedo fosse adiado propositalmente para 2013, ano em que a cantora se prepara para lançar novo álbum e seu perfume.

A empresa já desembolsou R$ 2 milhões (US$ 1 milhão) para a empresa de licenciamento de produtos da cantora, Bravado International Group, para poder utilizar a imagem da cantora. Para dar base nas acusações, a fabricante alega ter enviado uma cópia da boneca para a cantora no mês de março deste ano e ela teria ficado “muito feliz”.

Além da indenização de R$ 20, 3 milhões, a fabricante quer ainda comercializar a boneca do jeito que ela está.

A porta-voz da cantora, Amanda Silverman , falou à publicação que Lady Gaga está sendo acusada injustamente e que os advogados da cantora ainda não tomaram conhecimento dos documentos. “Lady Gaga foi envolvida injustamente neste caso pela disputa judicial entre a MGA e a Bravado, que é uma empresa braço-direito da gravadora de Lady Gaga”, falou.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.